29.12.08

A Cinza da Lareira


.
Quem tem lareira, sabe quanto custa limpá-la e quanto custa limpar os móveis à sua volta.
O Zé era felizardo, possuía lareira encastrada (a chamada cassete) e tinha um depósito próprio para através do aspirador fazer uma limpeza eficaz, eficiente e sem dificuldades para evitar o pó a que atrás me referi.
Esta cena trágica/cómica passou-se no inverno de 2006, quando vivia numa pequena povoação do Concelho de Palmela. Peço a Deus que os olhos do outro protagonista não leiam estas linhas.
Ainda hoje, noutra casa, mas com o mesmo tipo de lareira, faço a sua limpeza somente uma vez por semana.
Quando o tal deposito está cheio, e isso só acontece ao fim de 3 ou 4 semanas, a cinza, coisa finíssima, é metida num saco de plástico enorme, repetindo a mesma operação por mais 2 ou 3 vezes. Quero dizer que o saco de plástico acaba por ter cinza acumulada de 3 meses, que diga-se já é bem pesado e de quantidade considerável.
Portanto é necessário desfazer-me dela.
Vez a vez a quantidade é pequena e vai para o contentor do lixo doméstico. Agora com um exagero destes já é mais complicado desfazer-nos daquele incómodo.
.
Frente à minha casa havia a falta de um prédio, vendo-se por isso na rua do outro lado dois contentores de lixo doméstico que a serviam.
Não obstante a minha rua possuir seis daqueles contentores, achei, por questão de comodidade e a fugir a olhos indiscretos na distância ir despejá-lo, num dos outros que me referi e estavam na rua do outro lado. Com dificuldade fiz o trajecto e quando cheguei ao dito, reuni todas as forças que tinha, levantei o saco e ao tentar deitá-lo lá para dentro, este rompe-se e vaza de uma só vez a cinza de quatro meses.
Fiquei aliviado e prometi a mim mesmo nunca mais deixar atrasar tanto tempo.
O camião que fazia a recolha do lixo passava normalmente por volta das 10 horas da manhã. Nesse dia já tinha passado e portanto a recolha ficaria para o dia seguinte.
Fiz a minha previsão do pó que se levantaria aquando daquela operação e nisso, caros amigos, não falhei. No outro dia e à hora aprazada, quando senti que o momento se aproximava, vim para o jardim fazer de conta que apanhava hortelã ou um raminho de salsa.
O trabalhador/cantoneiro engata o contentor na parte mecânica da camioneta, aquele faz o pino e fica vazio, mas a poeira era tanta, tanta, que o desgraçado ficou completamente coberto daquele pó. O homem protestou, chamou nomes ao diabo e à sua sorte, mas como sabemos a vida continua e o trabalho tinha de prosseguir.
Ao passar pela minha porta e enquanto procedia a outra manobra de esvaziamento, disse-lhe assim:
Meu amigo, você está bem caçado, até as suas sobrancelhas e pestanas têm pó. Como arranjou isso?
Levei de rajada esta enorme quantidade de impropérios. “Estes filhos da puta, cabrões, paneleiros, fascistas, não têm mais nada que fazer do que atirar para os contentores do lixo, as cinzas das suas lareiras”.
Estava perdido de riso e ainda tive coragem para comentar. “Realmente isto não se faz, se fosse comigo nem sei o que faria”…
.
Entrem com o pé direito, em 2009 que a coisa está preta…

39 comentários:

fotógrafa disse...

rsrsrsrs...realmente isso não se faz, Zé...rsrsrs mas imaginar a cena dá para rir, e o men até já nem se lembra.....rsrsrs
Uma boa passagem de ano e vê lá se não acumulas muitas cinzas....rsrsrs
Abraço amigo

Fatima disse...

Oh Zé... mas que cena esta!!!!!
E ainda a zombar com o pobre!!!!

Votos de um excelente 2009

fotógrafa disse...

Obrigada pelo carinho demonstrado ao longo deste ano, no meu humilde cantinho…
Nesta passagem de mais um ano, o que desejo para ti sinceramente é que SEJAS FELIZ!!!...
abraço

Roderick disse...

Essa foi mázinha!!!

SILÊNCIO CULPADO disse...


Com a tua boa disposição nada fica preto. Os episódios mais desagradáveis acabam por ganhar beleza e colorido.
Mas deixa-me dizer-te que esta tua ideia da cinza foi terrível. Mas por uma lareira o que é que não se faz? Há algo mais belo e delicioso que o crepitar do fogo em dia de Inverno?
Deixo-te um abraço muito, muito apertado e os votos de que o 2009 te traga tudo o que ambicionares. E naturalmente aquelas belas histórias que fazem as nossas delícias.

Beijos

Mariazita disse...

Zé, ó Zé!!! Eu a pensar que só quamdo eras novo (MAIS novo...) te aconteciam coisas do arco da velha, e afinal, há apenas 2 anos, fazes uma barbaridade dessas!!!
Coitado do homem.
À medida que fui lendo ia pensando que, ao veres o homem todo sujo, lhe irias perguntar se não queria tomar um banho.
Afinal, ainda tens a lata de gozar com o desgraçado.
Ai, Zé, Zé, saiste-me pior que a encomenda...

Apesar disso :))) desejo-te um

FELIZ ANO NOVO! e que a coisa fique menos preta...

Beijinhos
Mariazita

Laura disse...

E vinha eu ver o glu glu ainda em serviço e encontro esta, pois, o que ouviste era para ti e foi bem feita, devias deitar no lixo todas as vezes que despejes aquela cinza, preguiça na foi? coitado do homi...
Vinha deixar-te um tchim tcmhim, amanhã estaremos apenas os dois e já podes imaginar! ca ganda seca...
Arre burro...ó que saudade das noites d efimd e ano de Luanda, das praias, dos bailes ou farras, enfim, tudo o que é bom dura pouco minha querida laurinha!...
Tenhos audade da pandorinha que nunca mais apareceu, é porque enjoou de mim...jinhos e felizes festas...laura.

kuka disse...

E porque é que o amigo não despeja a cinza no jardim? É o que eu faço.
Boas entradas amigo Zé.

Pascoalita disse...

Estava longe de te ver por aqui, muito menos com prosa nova eheheh

Vista assim, qualquer lareira é bonitinha, mas eu bem sei o trabalho que dá mas também o quanto hoje em dia é difícil passar sem ela.

Ganda maroto me saiste eheheheheheh

Ai se um dia me encontro com esse cantoneiro ...

Um beijo e um 2009 muito Feliz para ti e todos os que te são queridos.

P.S. No próximo encontro levo-te um saco reforçado para acumulares a cinza eheheh

Olá!! disse...

Vou começar a juntar cinza LOL

Que o próximo ano nunca seja pior do que este que passou.

Um beijo grande para todos e se conseguir ficar acordada até à meia noite não me vou esquecer de vocês quando engolir as doze uvas passas (será desta que me entalo) ;)

Diabinha Cusca disse...

Desde que foi inventado o solaride nunca, a cinza passou à história!

Olha que no tempo do meu avô a cinza tinha muito valor e não era assim desperdiçada eheheheh

Estou mesmo a ver o manhoso do zezinho a fazer aquela cara de safado solidário com o homem do lixo eheheheh

Bom Ano Novo com muita cinza acumulada

dentadinhas da cusca endiabrada

MissEsfinge disse...

Puxa! És protagonista de cada história que vou-te contar ...

Acabei de ler a cena das Natas em spray na Galiza ... tu quiseste foi antecipar o Natal ahahahahah

Gi disse...

Está preta não, está só cinzenta!
Feliz 2009, Zé com belos posts para rirmos em conjunto.

Laura disse...

Não te falo mais se não escreveres prá genti!...Bico calado, ass; laurinha.

Anónimo disse...

Ufaaaaaa....acabou!

A CINZA faz bem á pele,senão fizer,passa a fazer que sou eu que digo,,ora

òh ZÈ,o teu novo LAR que tal??

um abraço extensivo à DONA
pandora_box

Laura disse...

Tou aver que o lar ainda nem tá pronto e o zé não escreve a contar a algazarra...zézééééééézito? tão? beijito d ebom anito pra ti, sem cinzas pois...

Rufino Fino Filho disse...

Na minha terra, um gajo plntado de cinza, diz-se que:
-Está farrusco!
Não és o único a fazer isso! Além do mais, a cinza ajuda a decompor o restante lixo e valoriza o estrume que dele se pode aproveitar.
Parabéns pela iniciativa e pela ideia!
Abraço
Rufino

kuka disse...

Que se passa Zé? Estou a ficar preocupado com esse silêncio.

Laura disse...

Ah, Kuka, não se passa nada demais, o zézito andou a mudar os tarecos e ainda nem acabou, ele volta pois, cheio de coisinhas boas pra nos contar...
Beijinhos a todos...

xistosa - (josé torres) disse...

Eu como estou velho, comprei um computador portátil igual ...
Fico sem ele, fico sem os favoritos, mas vou resolver o problema de vez ...
Por isso não apareço!

Tenho uma solução que é muito mais eficaz.
Primeiro que tudo, se tem quintal ou jardim, está a desfazer-se dum adubo excelente e que afasta algumas pragas das plantas.
Mas isso é para CNA, (Confederação Nacional da Agricultura) e ao seu dirigente Casqueiro.
Não sei se vem de cascas de árvore e arbustos ou de casca grossa, tipo sobreiro.
Mas que a cinza é um adubo ... meu deus ... que maravilha da natureza.
assim como borras de café ...
mas isto não é culinária de vegetais ...

Eu faço o seguinte e tem dado bons resultados ...
Vou para a lareira da minha vizinha ...
Acendo-a e depois apago-a.
Não sujo a cama, desculpe, a laje da minha lareira e não faço pó em casa.

É uma solução a ponderar.

Isto se tiver vizinhas e não estiver em Alcoentre, Santa Cruz do Bispo ou Paços de Ferreira.

(talvez a confiança não chegue tão longe.
Mas arranje uma vizinha mais perto ... quero dizer, desculpe-me o desbragamento do palavreado)

JOY disse...

Amigo Zé do Cão

O meu amigo é talhado para estas histórias hilarantes e que nos dão boa disposição.

Um grande abraço
Joy

Anónimo disse...

SAUDADES!!!!!!!!!!!!!!!!!

pandora_box

Mary West disse...

Hahahahaah ele bem que mereceu. Voltey cruel em 2009.

Laura disse...

Então nosso amigão, como vamos? as coisas ainda não estão a funcionar? a lareira entupiu? o saco rebentou de novo? ou??? Beijinhos e saudades da, laura..

Anónimo disse...

Querem ver que foi "encaixilhado" e pendurado junto com a mobilia??

Opáh Zé,onde te meteste??!!!????

pandora_box

Laura disse...

Tamém digo pandorinha, só que ia perguntar se não ficou entalado nalguma pipa na adega!...o homi demora pra caraças... Beijinhos.

Laura disse...

Ou; das duas uma....o home do cmaião do lixo descobriu que foi ele que levou o saco da cinza, rebentado...

Diabinha Cusca disse...

Ó da casaaaaaaaaaa
Então?

Assim nem o pai vem nem a gente almoça !!!

São disse...

Palmela?!...Mas vivemos muito perto, Zé!

Será que nos conhecemos?...

Bom ano!

Anónimo disse...

ESTÁ NA HORA DE ORGANIZARMOS UMA MANIFESTAÇÃO DE PAU NA MÃO

pandora_box

Laura disse...

A cinza da lareira cheira a ano passado...e viva o novo ano, que nos contas? já desempacotaste tudo? já mataste outro perú, foste aos saldos de sabrinas? ou mais uma noiva a chorar no teu ombro...péra ai, se morreres quem nos dá a noticia? nem te esqueças de nos manter informadas, mau!...ahhh, calma ai zézito, é apenas humor de cinzas...
Beijinho d alaura.

kuka disse...

O Zé não morre.

Laura disse...

Ai Kuka, se o zé na morre de que morreremos nóizinhos?...
Bem, se dizes isso é porque ele foi jantar ao resturante onde tens a foto de chef de primeira!... Oxalá seja isso... Beijinhos. laura.

Laura disse...

Olarila, o zé nem morreu nem vai morrerm uma vez que ja apareceu e mais dia menos dia dá postezinho cheio de riso pra gente desanuviar...
Beijinhos nino zé do canito..laura..tô a ficar engripadinha de certezinha, ai vocês e os ventos do Sul...

Zé do Cão disse...

A todos os meus amigos.

Estou vivo, vivo.
Aconteceu que mudei de barraca, depois dumas peripécias tremendas e as broncas dos telefones, net e meo.

PT e EDP e mais uma data delas iniciadas em P, necessitam ser varridas deste País. Facturar não se esquecem não, agora cumprir com as obrigações e servir os seus clientes, não é com eles.

Pascoalita disse...

Oi, nino Zé!!!

Já está mais que na hora de nova publicação, não? eheheheh

Vá lá que a gente precisa rir :))

jokinhas

Anónimo disse...

ALELUIA!!!ALELUIA......

rESSUSCITOU À 3 SEMANA(santa teconologia)

Unimo-nos irmãos/as....o filho pródigo à casa do pai torna(ou lá como se diz)...

beijo...beijo ZÈ...ehehe,,,ka fixe
(bota trabalho tempo de calaceiro acabou)
pandora_box

Roderick disse...

Veque ainda estás a acumular cinza na lareira. Este ano tem sido sempre frente ao quentinho, presumo.

Zé do Cão disse...

OI, Pandorinha

Cá estou, mas ainda combalido. Trabalho não me faltou e não falta.
Mas já tinha saudades

Jocas para ti.