30.3.09

O Enfermeiro “Marmelada”

.


.
Era velho, simpático, falador e trocista. O Zé trabalhou num escritório de uma empresa 16 anos, entre 50/66, ano em que foi inaugurada a ponte Salazar, hoje com outro nome.
Nessa empresa, trabalhava por conta de uma segurada o enfermeiro a quem todos chamavam “Marmelada”, mas cujo nome era Silva. Portanto já estão a imaginar que o tratamento era assim: Cara a cara, Sr. Silva para a direita, Sr. Silva para a esquerda e pela porta baixa; ó “Marmelada”, fazendo com que afinasse 30 vezes por dia. A sua arma e como vingança, era colocar alcunhas a todos que lhe chamavam “Marmelada”.
Na conformidade, não havia ninguém na empresa que não tivesse alcunha. Era “Olho de Boi, Borda de Água, Cartucheira, Esparguete, Pica Bois, Chanfrado, etc., etc., etc.”
O seu vencimento era fraquito, mas lá ia dando para viver. Quando fazia anos, normalmente de minha iniciativa fazíamos uma pedinchinha e arranjávamos sempre uns “tustos” para lhe comprar um casaco, camisa, gravata, que com pompa e circunstância levávamos a sua casa, onde vivia só, pois não tinha companheira.
O petisco fazia-o ele no seu gabinete de trabalho e era dia de festa quando a malta o convidava para almoçar.
Um dia, num estabelecimento de vende tudo (os únicos chineses que havia por cá, só vendiam gravatas pelas ruas enfiadas num pau) comprou um fogareiro a petróleo, daqueles que já fiz referencia num outro conto denominado “O Hipólito”, com intuito de fazer a comida mais rapidamente.
Chegou ao trabalho feliz, contente e demonstrava a sua satisfação pela compra que tinha feito.
Acontece que o diabo (Zé) estava sempre à coca, na esperança de aproveitar um deslize do “Marmelada” para lhe fazer uma partida. Mas naquele dia o homem, ou por defesa ou porque notou também a minha satisfação pela sua compra, resolveu quando saía fechar a porta à chave e levar a chave no bolso. As suas saídas eram de pouca duração e limitavam-se as umas voltitas pelas oficinas. Mas numa das suas curtas saídas à casa de banho, o Zé, de corrida veloz, foi-se ao “Hipólito” e esvaziou o petróleo substituindo-o por água.
Quando o Marmelada se preparava para fazer ou aquecer o almoço, por mais que desse à bomba, o “Hipólito” não trabalhava. Até que, já farto de aquecer a cabeça do fogão começou com os seus impropérios contra o tendeiro que lhe vendeu a pequena máquina. O encarregado da oficina de serralharia, desconfiado, visto que conhecia o Zé e do que ele era capaz, abriu a válvula, cheirou e deu o remate final: Sr. Silva, o que está aqui dentro é água.
Como eu parava sempre por perto para me deliciar com as malandrices, o “Marmelada” olhou para mim e desabafou em voz alta.
Filho da puta de “Esparguete” (era esta a alcunha com que ele me tinha baptizado), se um dia te pego nem sabes o que te faço.
A gargalhada que se seguia acalmava o “engatado” e a partir daí o Zé estava pronto para outra.
Noutro dia pela manhã, e após o “Marmelada” ter feito uma cafeteira de café com que aquecia o seu estômago em dias de frio, o Zé, apanhando-o distraído encheu-lhe a cafeteira de serradura. Quando se preparava para beber a “mistela”, reconhecia que mais uma vez tinha caído na esparrela.
Isto foi somente uma pequena amostra das partidas que lhe fiz. Foram tantas, tantas e tão variadas, que de algumas agora até sinto remorsos.
Todavia, garanto-vos não havia ninguém que fosse mais seu amigo do que eu, mas quando eu estava por perto, o “Marmelada” sentia-se estranho, era como se visse o diabo em figura de gente.
.

118 comentários:

Parisiense disse...

Esparguete com marmelada nunca tinha visto.....mas já vi que tudo pode acontecer....ahahhahaah

Se fosse eu tinha-te apertado os .........ahahahahahah

Eras mesmo malandro...

Beijokitas

Pascoalita disse...

"O diabo em figura de esparguete" queres tu dizer eheheheh

Tadito do Sr. Marmelada! E eu que acreditava que esta história teria um pouco de "doçura" eheheh

Mas acredito que tenhas tanto de maroto como de amigo :)*

Roderick disse...

Pudera!!!! Pobre homem! ahahahaha

Pascoalita disse...

Bem, imagino a vontade que ele não devia ter de te apanhar a jeito e espetar-te uma seringa num sitio que eu cá sei eheheh

Então aquela da serradura na cafeteira do café ... isso não lembra mesmo ao diabo!)

O pobre homem bem deve ter mexido a tentar que as borras acentassem no fundo eheheheh

Quanta malandrice!!! Eu acho que te acentava melhor a alcunha de "diabrete" :))

bjs

Zé do Cão disse...

Parisiense

Agradeço a visita e o comentário. Ainda hoje parece que estou a ver o "Marmelada" a tirar a serradura do café a julgar que eram borras do dito.
Quando eu aparecia a primeira coisa que ele dizia era : Maldito Corvina não sei lá que azar tinha ao pobre peixe.
ahahah...

Beijocas

Zé do Cão disse...

Pascoalita

Minha querida amiga,o Marmelada era uma como um divertimento de todos os dias. Era raro falhar um dia...

Esparguete com marmelda? Talvez bom.
Porque no norte a doçura de natal entre outras é Letria doce.
Eu, gosto mais de arroz doce.

biquinhos

Zé do Cão disse...

Roderick
Pobre homem? dizes tu...

Desgraçado, nas minhas unhas...

Um abraço

Zé do Cão disse...

Pascoalita

Adivinhas-te. Era assim mesmo, tal como dizias.

biquinhos grandes

Cusca Endiabrada disse...

Endiabrada sou eu e não faço tanda malandrice!

Coitada da mãe Júlia que muitas vezes se deve ter questionado a quem teria saído o seu "pequeno diabrete" eheheheh

dentadinhas

SILÊNCIO CULPADO disse...


Pudera!.... Como não querias que o Marmelada visse em ti o diabo em figura de gente?
Tu eras (e és) mesmo muito maroto. Mas é essa irreverência que dá sabor à vida.
Eu também gostava de pregar umas boas partidas. Imagino como seria se trabalhassemos os dois por perto. Eu a pregar-te das minhas e tu a pregares-me das tuas.

Abraço

Rei da Lã disse...

O Sr. é pior do que o Sócrates!

;)

MissEsfinge disse...

Cada uma melhor que a outra rsrsrs

Além de manteres esse espírito brincalhão, que eu muito admiro, revelas ainda uma excelente memória!

Bem podias publicar um "livro de patifarias"

Zé do Cão disse...

Cusquinha
Tu ainda deves ser pior do que eu.
Pelo que contas pelo que vejo, deves ser fresquita, deves.

Bquinhos

Zé do Cão disse...

Silencio

Afinal todos gostamos de fazer partidas. Mas o certo é como o proverbio.

Todo o pássaro come trigo e só o pardal é que paga.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Rei da Lã.

Sou bom rapaz e sossegado. As más línguas é que fazem de mim diabo.

Confessa, não gostas de fazer uma partidinha?

Um abraço

Zé do Cão disse...

Miss Esfinge

Havia de ser bonito e escrever e publicar as patifarias todas que já fiz.
Algumas seriam para maiores de 80, e ainda me moviam algum processo judicial.

Beijocas

Fernanda Ferreira disse...

Viva amigo Zé,

O "Marmelada" sofreu a valer, está visto... todos nós gostamos de pregar umas partidinhas, mas agora percebo melhor porque se auto intitula de Zé do Cão (dava umas dentadas...não?) ou seria mais do tipo Zé do Diabo??!!!!

Abraço
Fernanda

kuka disse...

Também fazia umas engraçadas com o café. Trazia pacotes de açucar, do bar, abria-os com muito jeitinho e trocava o açucar por sais de fruto efervescentes, colava novamente e quando apanhava alguém distraido no bar trocava os pacotes.
Nem queiras saber a espuma que fazia. O café saia todo da chavena.

Zé do Cão disse...

Fernanda Ferreira

Nem eu sei porque me designo por Zé do Cão. Eu afinal nem tenho cão. Já tive vários mas desisti. Falta de sorte...
Julgo que atribui o nome por causa do Blog FRENTE DE LIBERTAÇÃO CARAMELA, (humor a rôdos, segundo a minha óptica, sem ofender ninguém) mas que traduz em certa medida o que é e o que foi uma certa zona do País.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Kuka. Bem me lembro dessa partida. No meu conto "O Hipólito Castanhas e o Vinho" faço referencia a uma espanhola de Zaragoza, com quem tive de amores, e a quem num hotel daquela cidade estava com ela e mais um grupo numeroso de amigos/comuns, preguei essa partida simultanea a 4/5. Foi uma barraca, porque se tentavam fazer café expresso. Ou seja café, o tal, pouca água e mexer. Os efeitos era aquilo endurecer como cimento e a colher ficar agarrada
Houve mesmo discussão acesa com os empregados do Hotel.
Eu próprio fui surpreendido.

Um abração

Mexicano Tarado disse...

Eras fresco, eras!

Pior do que tu, só o diabo em ceroulas ... aquele que só tem 1 ovo rsrsrs

Laura disse...

Zé, estive a mostrara uma amiga no Domingo, à Anita, o hipolito da cozinha e ela muito admirada porque não conhecia aquilo... claro que me lembrei de ti na feira de Domingo e me ri para dentro ao ver tantas maquinetas daquelas, até me apeteceu te ruma na casinha que hei-de ter, rodeada de flores e árvores, acredita que sim, tesa hoje, com mais algum amanhã...
Pobre do sr Silva, mas vingava-se, mas tu, tu, tu devias levar cá uns açoites que nemt e digo e a querida da Mãe Julia sabia de tudo? acredito que lhe contasses tudo ao chegar a casa para jantar e ela se ria perdida com as marotices do seu homem menino!...
Bem, já me ri às custas do senhor Silva, e adorei ler que lhe ofereciam um casaco, camisa e gravata, que lembrança tinhas, és um coração ternurento a fazer-te de mauzão, ehhhhhhhh, e os chineses naquela altura vendiam gravatas enfiadas num pau, olha que me lembro mais ou menos, mas eram tão poucos os chineses aqui na terra... agora de metros a metros lá estão eles no centro da cidade...e bem instalados, sinal de que as gravatas ou apertaram ou se venderam muitas...
beijinhos a ti rapaz endiabrdo, agora já sei que deves ser parente da cusca... Beijinhos.

Zé do Cão disse...

Mexicano.
Nem sei que te diga. Entre tantas, tantas, não deixar fugir a oportunidade de no futuro contar outra com o marmelada.

Um abraço e fecho o capote, que se vê o ovo de Páscoa. Agora por Páscoa dá cumprimentos e beijocas à tua Dona
Mexicano europeu.

Um abraço

Zé do Cão disse...

Laurinha. O "Marmelada" era um pandego da primeiríssima apanha.
O homem assim que me via, figava logo trémulo. A mãe Júlia, não sabia nem de missa metade. Se soubesse dava-me duas "lamparinas", sem se importar nada com a minha idade. Só que eu era um melaço e sabia bem dar-lhe a volta.
A minha sogra tem um Hipólito, areadinho com solarina que são os seus olhos.
Acaso sabes como os chinocas dessa época apregoavam as gravatas.
"Claré" ou assim parecido.

Beijocas

Cusca Endiabrada disse...

Ena! O Zé do canito mudou de visual ... está todo modernaço! Bem fixe.

E vejo-me ali toda catita à esquerda eheheh

Volto mais logo com mais bláblá blá ok?

dentadinha

Cusca Endiabrada disse...

Oh! Então já não faço parte dos teus "acompanhantes"??? Não tenho categoria para tal? Mas ficava ali tão bem ...

Vou fazer queixinhas à madruinha laurinha :(

Cusca Endiabrada disse...

Sorry sorry não ligues ao meu comentário anterior ... já não faço queixas à madrinha, prometo!

É que por momentos deixei de me ver, ali ao lado, ou não procurei no lugar certo, e pensei que me tihnhas "rifado" ihihihih

mas ali estou eu, meswmo em cina da nina adrianna dos 2 "n" eheh

pronto! Já não digo mais nada ... cusquinha fugindo envergonhada

Capitão Merda disse...

Saíste-me cá um "marmelo", Zé...

Abraço grande!

Zé do Cão disse...

Cusca. Já sabes que o visual é tudo.
Não vês a televisão onde os gajos até põem pó de arroz.
E o certo é que ficam Giros.
Só para a Manuela Ferreira Leite é que não há pó de arroz que a faça bonita.

biquinhos

Zé do Cão disse...

cusca

Minha querida, eu ias lá poder passar sem ti. Abraços, biquinhos e beliscões no pescoço.

Zé do Cão disse...

Capitão.
Como vês mudei de visual. Sou um perfeito entendido nesta coisa de computas.


Um abraço

São disse...

Oh, Zézinho, Zézinho....

Beijinhos.

Zé do Cão disse...

São

Estas eram as brincadeiras mais inocentes que podiam haver.

Malandro é certo, mas amizade a dar com pau.

Beijocas

Kim disse...

Oh Zé! Afinal fomos picados pelo mesmo mosquito.
Acho que ainda vamos pagar bem caro pelas nossas brincadeiras.
Normalmente eram inocentes e não faziam grande mossa.
Já li quase todas as tuas "estórias" e folgo muito em saber que já te podes dar ao luxo de ter uma dor de dentes à la carte, porque o maitre d'hôtel é o padrinho.
Um grande abraço

Laura disse...

Moço, tenho lá foto de um restaurante teu conhecido, lembrei-me de almoçar lá com os meus pais há 41 anos, e, tirei fotos para te enviar, e coloquei no post porque me trocaram as voltas...
Já papaste lá? Penso que sim..beijinhos da laura.

Zé do Cão disse...

Kim
Com que então andaste a ler as parvoíces do Zé?

Espero que sejam todas do teu agrado, incluindo aquelas dos sopapos que apanhei das namoradas. Nem todos se gabam do mesmo.
Um abraço

Zé do Cão disse...

Laurinha
Vou passar para ver se o conheço

Biquinhos

Cusca Endiabrada disse...

Oh! Agora fiquei fiquei preocupada (endiabrada tb tem coração)

Parece que tu e o KIM se deixaram picar pelo mosquito dengue no cantinho da pascoalita? E agora?


Zé do canito,

Não te preocupes ... eu tenho o antídoto ihihihihihihihih

dentadinhas

Milu disse...

Não há dúvida de que me sinto muito gratificada por ter a oportunidade de o ler! Escreve bem, com sentimento e alma! Só sei que me escangalhei a rir!

Zé do Cão disse...

Milu, é o que se pode arranjar.
Sempre fui sempre muito bem comportado...
Os meus amigos que digam...

Beijocas

Laura disse...

Ahhh, bem comportado tu? ó mê, na me faças rir que me caem os dentes...tu eras o senhor da barafunda e nem te ficaste por ali, sempre que podias desancavas a todos sem dó nem piedade e saias-te sempre airosamente...ah, maroto..beijinhos.laura.

BOTINHAS disse...

Amigão Zé
Preciso ir ler esse tal post do teu blog...

Eu gosto muito de rir, e o teu blog é, todo ele, uma fonte de riso.

Obrigado por teres vindo.

Entretanto já há outro post que ainda não vieste ver.

Aparece. Tou com curiosidade em ver o que vais comentar... :)))

Abraço fraterno
Botinhas

Zé do Cão disse...

Mariazinha.

Já comentei sim senhor. Ai, ai a idade.
Tão jovem é já com brancas...

Beijocas

Zé do Cão disse...

LaURINHA.

Sim, sim bem comportado. Eu quando era menina tinha mesmo carinha de menino de ajudar a missa.
Sorte do padre de não ter jeito para isso. Ponha-lhe vinagre no cálice que ele até se lixava.

Biquinhos

BOTINHAS disse...

Oh! Zé, amigão...
P´ra cima de mim com essa conversa??? Elas davam-te a volta???
Para teu governo, devo dizer-te que tenho ido ler o teu blog, já lí vários posts, e sei bem das tuas habilidades...
Tu levava-las no bico em grande estilo, seu maganão!
Continua, se tiveres oportunidade, e desde que a tua Dona não descubra rsrsrsrsssssssssssss.

Até sábado

Abraço fraterno
Botinhas

BOTINHAS disse...

Amigão
Dei uma olhada aos comentários e as tuas respostas.
Pelo teor...pareceu-me que a tua resposta :

"Mariazinha.
Já comentei sim senhor. Ai, ai a idade.
Tão jovem é já com brancas...
Beijocas"

é resposta à observação que eu fiz acerca do novo post que não terias comentado...
Estou certo?
É que se estou certo...ALTO AÍ!
Eu não sou Mariazinha, ou sou o BOTINHAS.
Sou muito amigo da Mariazita, sim, e sei que lhe devo muito (entre outras coisas ela criou o meu blog), mas ela é ela e eu sou EU!!!
ESCLARECIDO???

Abração
Botinhas

PS- O BLOG DA MARIAZITA CHAMA-SE "A CASA DA MAQIQUINHAS". E TEM MAIS MEIA DÚZIA DELES, P'RA SALGAR...rsrsrsrsrsssssssss

Zé do Cão disse...

Botinhas

A minha Dona, quando casou comigo sabia bem o que eu valia. E até conhecia a maioria das namoradas. Nunca entrou em danças "fandangas" nem nunca quis passear comigo, com medo de eu dar o salto para o outro lado da vala e depois eu dar o "às à Vila Diogo". Ela lê a maior parte do que escrevo.
Poe vezes diz assim:- Não tens vergonha nenhuma.

Abraço

Zé do Cão disse...

Botinhas.

Desculpa lá, mas pensava que eras mesmo "mariquinhas" no bom sentido evidentemente.
Desculpa a confusão, mas o senil está a apertar com o Zé e ás vezes passo meia hora à procura das chaves de casa e tenho-as no bolso.
Portanto um abraço
Que ideia foi essa de te representares com a fotografia de um porco? És de Barrancos?

Anónimo disse...

MEU DEUS O BLOGGER ESTÁ COM IMAGEM NOVA QUE SURPRESA GOSTEI MUITO TAMBEM DA HISTÓRIA ESPERO QUE ESTEJA TODO BEM JÁ TENHO SAUDADES DE UMA VISITINHA BEIJOS GINA

Zé do Cão disse...

Meu querida Gina.
Sou muito espertinho, não sou?
Estou à espera da data para almoçarmos os dois. Já tenho saudades dum peixinho grelhado comido na tua companhia (que nunca tive), aí na tua cidade.

Beijinhos e aparece sempre que sempre que possa vou visitar-te.
Talvez na próxima 2* feira

SILÊNCIO CULPADO disse...

Querido amigo Zé do Cão
que a Páscoa venha risonha
e traga ao teu coração
o amor com que este sonha.

E que venham as amendoas
mais os coelhos gostosos
e não faltem as partidas
para aqueles mais teimosos.

Abraço apertado

Bernardo Moura disse...

eheheheheheheh
Coitado do "Marmelada". :)
Óh Zé? Agora fiquei confuso és do Cão ou da Esparguete?

Bom fim-de-semana!

Ab

A n i n h a a disse...

mas era o cão mesmo, hahahahha
é muito bom aprontar com as pessoas (claro que de forma sã!)

beijos

Zé do Cão disse...

Silencio

Amiguinha, boa Páscoa e que te aconteça tudo de bom.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Bernardo.

Efectivamente o Zé era mesmo esparguete. Delgadito. São épocas.
Agora vejo e desejo-me por segurar o cão, até barrigudo e pesado.

um abraço

Zé do Cão disse...

Aninhaa


Bem vinda ao mundo do Zé, do outro lado do Atlantico.
É bom aprontar... Mas o marmelado e outros a quem fiz partidas, afinavam que se fartavam.

beijocas

Laura disse...

Ah, pensei que me tinha enganado na casa...como andos empre a saltitar pensie; ah, devo ter clicado nalgum blog amigo do zezito e ...espanto, é mesmo teu..parabens mas falta ali nas imagens a nina das resteas!...
Beijinhos nino com carinha de menino de coro..

Zé do Cão disse...

Lauirinha


Madrugas, mulher.


Biquinhos

Pascoalita disse...

Passei só para te desejar um bom Sábado :))

Zé do Cão disse...

estive também na festa do Vinho. Pão e Queijo.

Tanta poeira... mas muito giro
Coisa a não perder nos outros anos

biquinhos

Maria disse...

Zé do Cão:

Tenho andado a ler as suas hirtórias aos poucos. Gosto. Fazem-me rir e são bem escritas. Vou continuar a ler.
Estas partidas mais ou menos inocentes, acabam às vezes, por fazer rir, as próprias vítimas.
Agora vou-me despedir, mas não sei como. Então: Até logo, ou ão-ão.

Mariazita disse...

Meu caro Zé
Mais uma das tuas histórias, em que é impossível manter um ar sisudo... -:)))
Mas o pobre Marmelada era muito paciente! Olha que com outro qualquer se calhar não armavas tantas... (sempre à mesma pessoa, claro).

Achei muito interessate o teu comentário à minha "Anita". Essa dos vários "padres" de Arrentela não é caso único no país.
Tenho 1 documento que fala dum padre em Trancoso que, em 1498 contava 299 filhos de 53 mães.
Portanto...tudo pode acontecer...

Resto de bom Domingo

Beijinhos
Mariazita

Mariazita disse...

Meu caro Zé
Sei que estiveste na tropa; como tal deves lembrar-te que o toque de silêncio se tocava às 10 da noite - presentemente calculo que ainda assim seja - que era o sinal para fazer óó.
Se estás a ouvi-lo aí p'ras tuas bandas, é porque andas a deitar-te muito tarde, e alguém te está a avisar que "deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer".
É só isso! Deixa-te de ideias macabras, ok?

Beijocas
Mariazita

Pascoalita disse...

Há muito que o meu manel fala em irmos à feira das tasquinhas, sabes? (nem sei quando e onde)

Essa combinação (pão, queijo, vinho) parece fixe. O pó é que era desnecessário eheheh

jinhos

Zé do Cão disse...

Maria.
A sua presença é bem vinda. Fico feliz por gostar dos meus contos.Verdadeiros diga-se.
Queria passar pelo seu cantinho, não não o descortino. Ajuda-me?

Beijocas

Zé do Cão disse...

Mariazia. O padre de Trancoso também já o encontrei aqui na Net. Este a que me refiro é da minha época, pois os filhos vivos, eu conheço-os.
Sobre o Marmelada, hei-de contar no mesmo conto duas. Depois deixo-o em paz e que descanse o sono eterno, muito tempo sem a minha companhia.
Aí é que ele se vai vingar de mim.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Mariazita.

Não, não, não fui tropa. aos 20 anos, já eu pedalava de tal forma, que estava magro como um galgo e pesava só 50 Kg.. Para que queriam tal fulano na tropa? Para dar despesas?
O Zé foi miliciano em Mafra, que era assim um meio termo.
Quanto ao deitar, de verdade, nunca menos da 1 e levantar às 7. Não é mau pois não.
Beijocas

Zé do Cão disse...

Pascoalita.
Digo-te que é giro. Pão da Q. Anjo é coisa celestial, Queijo denominado de Azeitão (o famoso) a maioria é feito na Q. Anjo(tem a bençoa dos arcanjos) e o vinho (o apoio de todos os padres da região)Terras do Sado, inclui o melhor que há no País. Inclusive o melhor do Mundo.
Depois há corrida de rebanhos (a poeirada) cavalgadas. Sinceramente é uma tarde ou dia bem, bem passados.
A feira das Tasquinhas é em Rio Maior e Santarém. Ambas são a não perder. de doçuras temos o do chocolate em óbidos.
Raios, quando fazem as dos pasteis de nata. Estarei na 1ª fila.
Biquinhos

Zé do Cão disse...

Pascoalita:-

Vi hoje numa agência de viagens.
Viagem à Galiza 7 dias pensão completa em Hotel de 4 estrelas em Sanxenxo (Hotel Novo Astur) conheço-o muito bem. óptimo, óptimo 280 € pessoa.
Não estou a brincar. É mais barato do que estar em casa.
No entanto para quem ler, aviso que este hotel fica no Concelho de Sanxenxo, mas aí a 5/6 Km das praia.
Eles têm uma carrinha que levam e trazem a horas certas, a malta.
No entanto tem outras vantagens, está num cruzamento muito perto de outros destinos com muito interesse.
Beijocas

Zé do Cão disse...

Espanha - Fiesta del Rocio


sua data principio de Junho

Convido a deitarem um olho, Façam a busca, assim.
e vejam o pequeno filme que lá está da festa de 2006 e fazem uma pequena ideia desta maravilhosa festa, a que faço referencia no meu conto El Rocio de 3.6.08

Abraços e Beijocas para todos

Laura disse...

Madrugar é bom, levantar tarde dá soneira e preguiça e além disso daqui nada vou andar pla rodovia...Bom dia pa ti, beijinho da laura..

Pascoalita disse...

Ora agora chego eu ...

GOOD morning!!! Boa Segunda Feira; Boa semanita e tal e tal ...

NinoZé

Fiquei com água na boca, mas agora é tarde. Talvez no próximo ano convença o meu manelito a fazer o percurso ... não te esqueças que para chegar lá, há que atravessar o "deserto" eheheh

jinhos

Pascoalita disse...

Zé,

Já agora conta aí ... em que altura são essas "feiras ou festas das ditas tasquinhas"???

Talvez, com algum tempo e jeitinho arranje companhia :))*

Zé do Cão disse...

Pascoalita
A de Santarém em Junho e de Rio Maior em Março.
A do El Rocio em Junho, para esta o melhor caminho será, Lx-Vila Real St. Anotnio, Huelva, Matalascanhas, El rocio. ída e volta 900 km.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Laura
Madrugar é bom, uma ova. Quando nos deitamos 2, 3 horas é uma seca dos diabos.

Beijocas

Maria disse...

Amigo Zé do Cão:

Cá vai o endereço:

http://alcatruzesdaroda.blogspot.com/

É só entrar. Estou sempre cá.

Maria dos Alcatruzes

Oliver Pickwick disse...

A "troça", mais conhecida na Bahia como "resenha", é uma "arte" da qual jamais deixarei de praticar.
Perdi a conta de "artifícios" iguais a este que já preguei, juntamente com meu irmão.
Portanto, Zé, como "resenhista" militante não poderia deixarde gostar de uma história como esta. Muito engraçada.
Um abraço!

Zé do Cão disse...

Minha querida amiga, obrigado.
Lá estarei.

beijocas

Zé do Cão disse...

Oliver

Começo por um abraço.
Afinal em toda a parte há quem goste de "resenhar"

Um grande abraço e uma Pascoa extremamente feliz.

Pascoalita disse...

Obrigada Zé :)

As coisas que tu sabes, nino. Pareces uma enciclopédia eheheh

Pois acho que está na hora de meter pés a caminho até Rio Maior.

Quanto a esse programa que acho fabuloso, isso é bom para ti que és um jovem eheh eu tenho de ir com calminha, começar por fazer exigências pequenas se quero conquistar alguma coisa eheheh

jinhos

Zé do Cão disse...

Só tu me consegues fazer rir.
(é difícil que se farta).

biquinhos

Mariazita disse...

Meu caro Zé
Não sei se costumas ir ler as respostas que dão aos comentários que fazes nos blogs... eu faço-o.
Li, por acaso, a resposta que te deram no Sempre Jovens ao teu comentário sobre "piolhos" no post "A célebre Ferreirinha"...
A autora ficou "picada" e deu-te uma corrida em pêlo... :))) devia estar com piolhos nesse dia :))))))

Mas o que me traz aqui é informar que deixei de colaborar no Sempre Jovens. Não sei como retirar o nome do blog do meu perfil (ainda figura lá), mas hei-de descobrir.

Gostas de poesia? Se gostas, vai ao Lírios (o endereço está no meu perfil) e depois diz-me se gostaste. Palpita-me que sim...

Até logo.

Beijocas
Mariazita

governador disse...

"Marmelada" porque andas sempre atras dele era?

Abraço

.: Juliana :. disse...

Gostei do seu blog, vou passar a seguir :)

E com certeza, cuide bem do seu amor, EU CUIDO (assim acho), risos.

Beijos*
July

Pascoalita disse...

Uffa!!! Só agora me foi possível tirar uns minutos para passar por cá ...
Está quase na hora de "dar corda aos sapatos" e rumar até à toca (não tarda estou aqui de novo, quase nem valia a pena ir eheheh)

A seguir vou passar pela nina das résteas de sol

Deixo um bjito

BOTINHAS disse...

Amigão Zé
Infelizmente tenho que te dar razão.
Ele é a família, vizinhos, parentes e aderentes!

Uma noite aconchegante.

Abraço fraterno
Botinhas

PS - E CÁ TEMOS MAIS UMA DAS TUAS BOAS ACÇÕES (RSRSRSRSSSSSSSSS)

Zé do Cão disse...

Gvernador

Com efeito, sempre corri atrás de marmelada.

Abraço e bem vindo

Zé do Cão disse...

No Jardim zoo a macacada também tem uma horas de soltura e tem que regressar sempre ao fim do dia.

biquinhos

Zé do Cão disse...

Botinhas

Pois, pois. Sem fui muito amigo do amigo, mas sem uma partida é que não passo

abraço

Milu disse...

Num dos seus comentários que aqui fez, disse que não foi à tropa devido a ser irrequieto por isso era muito magro, pesando só 50K. Tive de me rir porque logo me lembrei do meu irmão mais novo que sempre foi muito magrinho. Um dia falou-nos a mim e ao meu irmão mais velho que estava a pensar comprar uma motorizada. Foi um gozo. O mais velho desatou a gozar o mais novo dizendo-lhe que por ele não ter peso específico, o mais pequeno solavanco sofrido pela motorizada seria o suficiente para o cuspir da mota para fora, atirando com ele para longe, bastaria passar por cima de uma pedrita na estrada. Nós três aproveitávamos os pontos fracos de cada um de nós para nos divertirmos fazendo troça. Às vezes dava molho, isto é, corria mal!

Laura disse...

Tão nino? e a nossa pandorita? ai que a miuda foge,e stica-se, mas acaba sempre por aparecer, desta vez nem por siso; espero que não enjoe da gente...a gente gosta da parigaça e muito...
Beijinhos e o blog tá mais nito, vais aprendendo umas coisas, ó rapaz!...Jinhosss muitos. laura.

Zé do Cão disse...

Milu. E o engraçado é que tive moto e das pesadas. Inglesa, a fina flor da época "Triunpf". azulinha. Mas nesse tempo já era mais pesadito. Nesta altura estou um pouco barrigudito, mas aceitavel. ahahah...
Nessa moto fiz uma directa Vigo - Setubal. Quando entrei no barco para fazer a travessia Lisboa - Cacilhas (ainda não havia ponte) ia caíndo, não me aguentava nas pernas.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Laurinha.
Também tenho notado a ausencia da Pandora box.
Teria ido passar a Páscoa à terra?
Ou pode estar doente. Não creio que esteja zangada connosco.
Biquinhos para ti
Beijocas para ela

São disse...

Uma Páscoa serena e bem disposta ao lado de quem te ama.
Beijinho.

Zé do Cão disse...

São:- E a quem amo também

do coração, beijocas

Mariazita disse...

Minha mensagem de Páscoa
Que o domingo de Páscoa seja muito bom, e, se possível, ao lado das pessoas a quem você quer bem.
A Páscoa comemora a ressurreição de Cristo, o seu renascimento.
Por isso nada melhor do que aproveitar este domingo para reflectir, fazer o levantamento da vida para saber se é necessário recomeçar.
Porque, Páscoa é isso, é o momento de renascer - seja para o novo modo de vida, para o amor, para amizade…
Que para nós seja o renovar de amizade, são os meus votos.

Beijinhos
Mariazita

Pascoalita disse...

Páscoa parece derivar de Pascoalita, ou será o contrário?

Nin o Zé,

ali atrás, por acaso passou-te pela ideia chamar-me "macaca"? eheheh

Tu vê lá ... olha que sou SERPENTE! eheheh

BANDEIRAS disse...

OLÁ,
GOSTEI MUITO DAQUI, SE ME PERMITIR, VIREI OUTRAS VEZES.
APROVEITANDO A DEIXA, TE DESEJO UMA FELIZ PÁSCOA.

UM ABRAÇO

Zé do Cão disse...

Mariazita.
Palavras muito bonitas, ditas com sentimento.
Mas como levo a vida a sorrir, atrevo-me a perguntar.

Reflectir agora? Com esta idade? Maluco já sou, mas só se fosse mesmo doido varrido é que reflectia. Já não tenho tempo para isso.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Pascoalita. Macaca? Macacão sou eu, mulher.

Boa Pascoa, muitas amendoas e coisas mais.

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Bandeiras.

Mulher és Bem Vinda ao blogue do Zé.
Tens a porta aberta, sempre que queiras ler as doidices dele.

Boa Páscoa para Pernanbuco

Anónimo disse...

Caragoooooooo---
Cheguei na hora da marmelada,e feita por um RICO MARMELO...

(quando falto,o assunto é grave,estourei com o pc,ele há cada uma....)

A DONA,lê-te??...chama-te desavergonhado,mas lá pró seus botoões deve pensar:caraças,deus seja louvado, FISGUEI um marmelo e pêras.....eheheheh)

Para ti e todos/as deste cantinho:
PASCOA FELIZ
pandora_box

Cusca Endiabrada disse...

Opps! Tenho andado tão distraída, quer dizer tão ocupada, ou melhor, tão arrebatada, ou antes, tão enternecida, ou seja tão ... tão ... tão ... que quase me esquecia de vir desejar Boa Páscoa

muitas dentadinhas que já me vou

Zé do Cão disse...

Cusquinha
Muitas, muitas amendoas, mas cuidado que não partas os dentes. Olha, que ás vezes acontece.

Biquinhos e diverte-te.

Zé do Cão disse...

Pandora

Já tinha notado a tua falta.
Já tinha pensado que se passaria?
O Pc (Partido Comuna) deu o berro, foi? Estou a brincar. Para mim são todos iguais, boas pessoas e outras coisas mais.

Boa Páscoa,...
são os votos do Zé e que gosta de ti.

Cusca Endiabrada disse...

Isto é qwue vai aqui um "marmelanço" que nunca mais acaba eheheheh

Olha a nina pandora está de regresso ... bem tinha razão de achar que viria trazer as amêndoas ihihihih

jinhos

Laura disse...

A cusca deve andar de tromba caida, ja na gosta d amadrinha, calhar por na etr amendoas, mas ê nem para mim tive, ó pariga...mas tu tens sempre e assim, vai papando e aparecendo..beijinhos da madrinha..

Anónimo disse...

sabes Zè..(hoje estou profunda,ares da ressureição)...mas como ia dizendo...todos os humoristas correm um risco,pq humor tem dualidade e fio de navalha,para entender o menos bom(pq às vezes as gracinhas não são tão bem conseguidas ou mal interpretadas)...só temos que pensar q JAMAIS,mas jamais queremos ofender ou magoar....JAMAIS,,,

Como já te disse um dia,aprendi a ter afecto por todos vós,este mundo virtual é MÁGICO,e eu tiro o máximi proveito...

Gosto de ti....ponto final

Dá um xi à DONA,,,recebe tu um abraço..pandora_box

Cusca Endiabrada disse...

Claro que gosto da madrinha! Claro que gosto do Zé do canito! Gosto da "Caixinha de surpresas" e de todo o mundo :))

A propósito, Pandorinha_box a seguir ao ponto final é para fazer parágrafo?

Ah! E esqueceste de lembrar ao Zé que é JAMAIS e não JAMÉ !!!

Acho que o Zé foi levar o canito à rua e ficou a admirar a olhar pró céu à procura da URSA MENOR ihihihih

Hoje, por serr domingo de páscoa, há dentadinhas para todos :))

Zé do Cão disse...

cusquinha

Tenho trabalhado que nem um moiro. Parece até que estou a seguir à risca o nome que os nortenhos, chamam aos do sul.
Acontece é que tanto eles nós nós fomos ancestralmente dominados pelos moiros. Pois se Plágio foi o iniciador da 1ª derrota dos moiros e isso aconteceu nas Asturias.
Para o que meu deu, estar aqui a dar lições de história.

Biquinhos, aleluia, aleluia

Zé do Cão disse...

Laurinha
Vou convidar a cusca para almoçar comigo outra vez.
Vou puxar-lhe as orelhas por não ligar à sua madrinha

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Pandora

Sê bem vindo o teu regresso, já que nunca te considerei ausente.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Cusca,

Antes de te dizer alguma coisa fico sempre a tremer, com medo das tuas marotices

Biquinhos querida

Anónimo disse...

Não Cusquinha,não

È para fazer um TRAVESSÃO,nesses teus caracois louros...

Oh Zé, viste a Ursa,que fala a Cusquinha?..se não,diz-me,que de ursas eu tenho à minha volta paletes e resmas e não sao menores,não
Boa semana:pandora-box

Zé do Cão disse...

Tenho tudo pronto para sair nova aventura. Todavia uma viagem a Faro, fez-me mudar de ideias.
Verás...

Cusca Endiabrada disse...

Hummm todos os sentidos apostos ...

holofotes abertos ...
abanos à escuta ...
olfato afinado ...
paladar apurado ...
terminais esticados ...

venha daí a aventura!!!

Mariazita disse...

Espero que a tua Páscoa tenha sido muito feliz.

E porque hoje é o Dia Nacional do Beijo, no Brasil, acabei de publicar um poema dum amigo meu e poeta brasileiro cujo tema é BEIJOS.
Vai ver. Penso que vais gostar.

Beijinhos
Mariazita

jrom disse...

EH ! Lá! Zé do Cão.
O meu avô Casimiro foi guarda nessa obra, teve um Hipólito n/sei se era barulhenta ou silenciosa.
Anteriormente tinha picado muito boi.
Tambem lá trabahavam dois tios meus com máquinas da empresa Amaro e Mota.
Acho que os gabinetes não eram ali.
Um abraço