16.3.09

João Pião

.

.

O Zé tinha 7/8 anos e já nessa altura tinha ferrado no corpo o gosto pela partidas e a vontade de brincar. Algumas delas já foram aqui contadas, outras, se a memória não me falhar e tiverem paciência para aturar os meus devaneios, continuarei aqui a descrevê-las.
O meu avô era homem do campo. Tinha várias quintas, dedicando-se por isso à lavoura. A minha avó, segundo a minha óptica, era a máquina de ter filhos.
Naquele tempo apenas existiam umas charruas rudimentares, puxadas por mulas para mexer a terra e a mão-de-obra disputava-se entre os agricultores. Portanto, dono de terras com mulher saudável e fértil, era certo e sabido que… era casa cheia de catraios.
Na casa dos meus avós paternos, não foram nada comedidos e foram pais somente de… 18!
Participo-lhes desde já que não bateram o recorde, pois os meus avós maternos tiveram de dar comer a 19. Eram outros tempos, é verdade, mas sempre foram outros tempos para tudo.
Tive necessidade de dar esta explicação prévia, dado que a história se vai desenrolar numa das quintas do meu avô, com um filho de um dos seus trabalhadores.
Tiago foi contratado para trabalhar de sol a sol, como cavador. Era homem corpulento e mestre na arte de mexer a enxada. Praticamente levava todos os dias o seu filho (de nome Pião e da mesma idade que eu) lá para a quinta, com a obrigação de pôr comida nas manjedoiras dos animais. Como não eram poucos, tinha muito que fazer, dando-lhe eu muitas vezes ajuda, para mais depressa ficar livre e darmos asas às nossas brincadeiras.
Comia comigo e minha avó, na cozinha grande, e no fim de cada semana o meu avó dava-lhe uns “tustos”, que seriam depois religiosamente entregues à sua mãe.
Nunca soube se Pião era mesmo nome da família ou se era alcunha. Todavia, confirmo que pela sua ligeireza, vivacidade e esperteza, o moço era um autêntico pião. Calçado, nunca tinha entrado nos seus pés, tão-pouco alguma vez ouvi qualquer lamúria ou queixa por esse facto. Montava o jerico com destreza e que sempre acariciou desde que começou a ir lá para a quinta. O asno estava na flor da idade e o João Pião era o único que o montava, coisa que fazia com máximo dos prazeres. Bastava bater com os seus calcanhares descalços na barriga do animal e este seguia indolente, devagar, devagarinho a caminho do local habitual e seu conhecido. Nunca o vi correr e mesmo assim nunca tive tentação de o montar. Quantas o vezes o Pião júnior me convidou e aliciou para eu ir com ele, para imitarmos os cowboys.
Um dia, o meu avô foi ao mercado à Moita do Ribatejo e trouxe umas botas pequenas, com cardas, para oferecer ao Pião. Que contente estava ele! Correu campo fora com elas na mão, para mostrar a seu pai a oferta que o patrão Manel lhe tinha oferecido. Minha avô, chamou-o e, mandando-o lavar os pés, deu-lhe uma peúgas minhas para completar a satisfação do petiz, pois era oportunidade de se estrear as botas imediatamente.
Enquanto o nosso Pião lavou os pés e calçou as meias, eu, na arrecadação da quinta brinquei com as botas.
Poucos minutos depois, aí estava o João Pião, qual “toutinegra” correndo campo fora com as botas nos pés.
Chegou a hora de montar o burro, para fazer a sua costumada e maçadora viagem. O Pião salta-lhe para cima, com a língua dá aquele estalinho característico ao animal para se pôr em marcha, bate-lhe com os calcanhares das botas na barriga e… pasmem-se!
O burro indolente, preguiçoso no andar, desata a correr em tal velocidade, que nada o fazia parar. O Pião bem o mandava parar, batia com a língua, acariciava-lhe a barriga com os calcanhares das botas, mas qual quê, quanto mais lhe batia com as botas mais corria e até dava coices à mistura, nada fazendo prever quando pararia. Não fosse ele tão especialista na arte de montar e seria cuspido de cima do animal. Acho que a correria só parou quando, ao passar junto a uns fardos de feno, o Pião resolveu atirar-se do burro abaixo. Estavam todos na quinta boquiabertos a apreciaram esta corrida do “Porsche de Orelhas” e admirados com tal façanha. Um animal tão dócil, tão meigo e faz-lhe uma partida daquelas!
O Pião, com os pés em brasa, pois como contei era primeira vez que se tinha calçado, resolveu tirar as botas dos pés. Sentou-se e, ao pôr a mão atrás no calcanhar para as descalçar, picou uma das mãos, ficando a saber nessa ocasião por que motivo a velocidade do burro tinha sido aquela, e creio até ser capaz de fazer concorrência com o Alfa Pendular.
É que, enquanto o João Pião lavou os pés e calçou as meias, eu preguei em cada bota um prego de sapateiro, para servir de esporas quando montasse o burro.
Claro que não esperava que o animal voasse como um “cavalo alado”, mas ao ver a aflição do Pião e aquela correria desenfreada, achei por bem dar corda aos meus sapatos e dar o salto para junto da minha protectora (mãe Júlia), que estava numa das outras quintas ali perto.
O meu avô bem me procurou, pois queria dar-me o correctivo em presença dos assistentes da corrida do fórmula “B”, só que o Zé fintou-o e teve uns largos dias sem lhe aparecer.
.

114 comentários:

ngepot disse...

hi, friends...
my blog http://yadikiswoyo.blogspot.com has a cool widget

for picture, music and video.
if you want the source code for your blog, please contact

me.

i would sell my blog $100.

thanks.

Pascoalita disse...

Ai que danadinho me saíste, Zé eheheh

Enquanto corria desalmado, que juízo faria do Pião o pobre do animal? eheheheh

O moço devia ser mesmo exímio na arte de montar, pois outro qualquer teria sido cuspido à primeira primeira picadela.

...................

Também sou do tempo em que os campos eram trabalhados a braços com a preciosa ajuda desses animais.
As modernas tecnologias vieram tornar a vida do campo mais fácil, mas também acabaram com aquele são convívio nos dias da ceifa, da malha, da desfolhada, etc..

Fizeste-me recordar uma das poucas coisdas boas da minha infância ... o trabalho no campo!

Um beijo

Capitão Merda disse...

Zé:

Já foste atacado pelo spam!
Era dar-lhe com as botas que sabotaste ao Pião!

Abraço

Roderick disse...

Ahahahaha.
Tu és o máximo, desde que nasceste. Cuidado contigo!!!!!!!!!!!

Cusca Endiabrada disse...

Olarau larau pipu! olarau larau pipú!

Zezito, tavas com vergonha de contar esta?

Eu bem disse que nos ias presentear em breve com outra façanha do teu enorme rol?

Quem rodopiava que nem "pião" eras tu se te apanhavam messe dia ahahah

Mas que grande "endiabrado" tu eras! Será que já nos cruzámos noutra encarnação?

dentadinhas

Zé do Cão disse...

ngepot
Já me custa entender os de cá, quanto mais ainda vir "estranjas".
Volta quando quiseres, mas aprende português primeiro, porque é a língua que está a dar. Sabes que a gente até trem o Magalhães? Somos um povo feliz,
ganhamos bem e saímos rápido.
Porta-te bem que eu por cá faço o mesmo

Zé do Cão disse...

Pascoalita

Belos tempos. No outro dia o Peão lá ia comigo para a primária todo contente e feliz da vida.
Uma volta de "Porsche de Orelhas" sempre é outra coisa.
Biquinhos

Zé do Cão disse...

Capitão

Eu sou atacado de todos os lados, porra.
Eu sei lá o que o Spam. Os gajos que se lixem, vê só a resposta que eu dei a este.

Abração

Zé do Cão disse...

Roderick.

São tempos que não voltam. Já homem fiz uma partida a um sobrinho, de lhe tirar o chapeu.
Mas como ele já faleceu.. não conto...
Era-mos amigos, amigos como irmãos e fomos os dois aos ninhos. Ele aí com 6/7 e eu com 30/35.
Nem fazes ideia o que saiu do ovo que estava no choco.

Um abraço

Zé do Cão disse...

Cusquinha.
Gosto muito de ti, esta não estava com vergonha, mas lá o comentário anterior e aí sinto-me envergonhado.
Mas ele era tão meu amigo e eu dele
ahahah....

Biquinhos

Laura disse...

Nossa Senhora!, credo, cruzes! ó rapaz, eu não estava a ver porque a corrida do asno, pareceu que era por não estar habituado a botas, mas, botas com taxas, ou seriam pregos? mas que manhoso me saiste e mau, maroto. Pois a mãe Julia devia ter agarrado nas órelhas do filho e trazê-lo preso por elas à presença do Pião...coitadinho, e do burrico que também penou às tuas mãos!...Jesus, eu só gostava de saber o que essa cabecinha magicaria, tão pequenito ainda, mas, maroto...o rapaz de botas novas e tu espetas-lhe com pregos, e o burro a levar na barriga. Ora, ora, mas que sova bem dada...
Rapaz...continua pois fico tola a ler-te com tanto desplante...

Anónimo disse...

òh Zé,que marca de sangue te corre nas veias???


Essa do porche de orelhas,só contigo...

19 filhos??....cruzes!,,,por acaso quem sai ao seus não degenera...tu não semeaste por esse mundo fora,prol,pois não????

Boa semana:pandora_box

Pascoalita disse...



Eu acho que a espevitada da Cusca Endiabrada anda ainda mais atrevida desde que te conheceu, sabes?

Se eu não a conhecesse já há muito, era capaz de achar que a cachopa era a tua "versão no femínino" !!!

E olha, não leves a mal, mas os teus elogios não ajudam o fedelho a portar-se na linha. Só a tornam ainda mais abelhuda.

Ainda gostava de saber se é assim tão rápida a assimilar os assuntos nas aulas :)

Pascoalita disse...

Puxa! Devias ter uma imaginação muito fértil e decerto foste subaproveitado.

Hoje eras rotulado de "hiperactivo" e pelo menos de umas quantas sessões na cadeira do psicanalista não te livravas eheheh

kuka disse...

Nunca mais calçou as botas.

Zé do Cão disse...

Laurinha

Acaso já leste o meu post. "Passarinhos na Frigideira" de 14/4/08? Pois então convido-te para deitares um olhinho. Eu nessa altura era bem comportado, não achas?
Conheces a cantiga do Carlos do Carmo,
"Os Putos"? Pois eu era um grupo puto!...

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Pandora. São boatos falsos o dizerem que eu era um malandro do caraças.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Pascoalita.

Pode ter razão, mas eu não ensinei nada à Cusca.
Se ela for na escola tão boa aluna como de imaginação fertil, passa a rebentar a escala ou a escola.

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Por menos o meu "rouxinol" foi ao psicólogo, sob sugestão de um prof., quem devia ter ido para à consulta à casa amarela (Hospital de doentes mentais de Barcelos)era este.

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Kuka, Também acho que o gajo nunca mais calçou botas. No entanto eu sempre que me calçava lá na quinta deitava sempre um olho bem vivo lá para dentro, não fosse por vingança deitarem-me lá dentro algum lacrau.


Um Abraço

Cusca Endiabrada disse...

"No entanto eu sempre que me calçava lá na quinta deitava sempre um olho bem vivo lá para dentro, não fosse por vingança deitarem-me lá dentro algum lacrau"

Ora aí está a prova! É bem verdade que aquele velho ditado

"quem é desconfiado, não é de confiança" eheheheh

Zé do Cão disse...

cusca

ahahahah...

gosto de ti à brava.

Cusca Endiabrada disse...

Boa! Já ganhei o dia :)*

Estava mesmo a precisar de alguém que me compreenda e acarinhe, já que numa rua ao lado, alguém se atreveu a chamar-me desmiolada ... pode?

Achas justo, Zézito? Achas que tenho falta de "miolo" :( :(

stériuéré disse...

Primeiro de tudo quero agradecer a visita ao meu modesto e analfabeto blog , e depois queria dizer que não.... sou benfiquista mas, adoro todos os felinos(animais)

Gostei do seu cantinho e vou linkar posso? e se quiser continuar a visitar , será sempre bem vindo!

Beijos e uma boa semana.

Zé do Cão disse...

stériuéré

Claro que minha amiga e será sempre bem vinda.

Zé do Cão disse...

cusca

ás vezes rebentas "Bomba", pareces uma cigana, daquelas que dão pontapés nas professoras.
Biquinhos

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

... e tinha que se chamar João? ehehe

Zé do Cão disse...

Jota

Algum nome tinha que ser.

No fundo é a unica coisa que altero.

Um abraço e boas "Ermelindas"

Kim disse...

Oh Zé!sso não se faz aos burros, só aos espertos.
Coitadito do Pião que estava mais vocacionado para rodopiar do que para voar na albarda do asno.
Sorte a tua em dares corda aos calcantes e ires a banhos, doutro modo saberias com quantas varas se faz um cesto.
São estas "estórias" que fazem a história da nossa vida.
Este Zé é demais. Além de ser Zé do Cão é também Zé do Burro.
Abraço amigo

Zé do Cão disse...

Kim
E no outro dia o Pião lá ia para a primaria de botas novas todo contente na companhia do é. Amigos como dantes... Só que o quartel é que já não era em Abrantes.
Belos tempos, que tenho feito o possível para não perder de vista.
Um abraço

Laura disse...

Ai zézito, zézito que metias os pés plas mãos e davas cabo da cabeça ao senhor teu pai, aos avós e à mãe Julia, e ainda por cima fazias cada uma que nem lembrava ao diabo..será que sossegavas a cabeça ó homem de Deus?
Apre, que o teu anjo da guarda devia estar sempre de serviço contigo e mãe julia a acender velinhas ao Santo dos santos para te protegerem...
Marotooooooo.
Beijinhos, gosto d eti na mesma, ehhhhh...laura.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé do Cão

Tu eras (e és) mesmo uma gracinha. Nessa tua vida cheia de episódios pitorescos este que contas é uma autêntica delicia.
Mas fazer isso ao Pião e ao burrico merecia realmente um bom correctivo.
Pena não o teres conseguido.

Abraço apertado

Cusca Endiabrada disse...

Ó gente! Olhem bem para o burrico, em cima. Parece-vos zangado com o pião ou com o malandreco que o fez correr que nem um desalmado? eheheh

Se repararem bem, o bicho já não aguenta mais as saudades :(

Zé do Cão disse...

Silencio

Confesso que gosto e fico contente com todos os comentários.
Mas o teu tem para mim um encanto especial.

Beijocas

Zé do Cão disse...

Cusquinha.

Julgo que todos na quinta e a começar pelo avô, queriam malhar no Zé e se calhar o jerico também lhe dava de boa vontade uma parelha de coices.

Safa...

Cusca Endiabrada disse...

Safaste-te de boa! eheheh

Conta mais ... conta mais ...

As tuas marotices são "alimento" para as minhas diabruras :))

dentadinhas

Zé do Cão disse...

Cusquinha

A proxima é capaz de meter marmelada.Avoso-te desde jáq que não é ee marmelo.

biquinhos

Pascoalita disse...

hummm vocês dois (zé e cusca) é que me sairam uns bons MARMELOS!!! eheheh

Desculpa a falta de assiduidade, mas por mais que tente, não consigo fazer esticar o tempo eheheh


jinho

Zé do Cão disse...

A cusca é cá uma prenda. Mas gosto dela.

Também estou a tentar estricar esse maganão. mas não consigo.

biquinhos

vsuzano disse...

esporas ???? esporas ??? só mesmo tu para te lembrares de tal..... rsrsrsrsrsrs


bom fim de semana !!!!!!!!!!!

Zé do Cão disse...

vsuzano

Bom amigo. O Zé cá continua no seu fadário, a contar das suas.

Espero que estam bem e que o negócio corra de vento em popa.

Beijos e abraços

Pascoalita disse...

Passando para desejar Bom fim de semna :)*

Anónimo disse...

Vamos poder ENFRASCAR esse marmelo???

Bom fim de semana

pandora_box

São disse...

De pequenino se torce o pepino,,,,

Moita do Ribatejo? Estivemos muito perto!

Bom fim de semana.

Zé do Cão disse...

Pascoalita

Vou, fazer por isso, Ai isso vou. Não vou é de Burro...

biquinhos

Zé do Cão disse...

Pandora

Tem piada que tenciono apresentar a minha próxima aventura com "marmelada". ahahah...

beijocas

Zé do Cão disse...

São

Minha querida amiga. Julgo que Moita do Ribatejo, se chama agora só Moita, não é?
Porque acima do Tejo nunca foi.

Mas o Montijo também tinha um nome muito mais giro. "Aldeia Galegga".

Bj e que tudo de bom lhe aconteça

Laura disse...

Ah, já estava a ver porque o conselho da pandorinha...enfrascar marmelo..ahhh, tadinha da cusca e da pascoalita, ehhhh enfrascadinhas? hum...pensei que nos ias amanda rmarmelos pra fazermos doce ou marmelada que a minha acabou-se! ora entenda-se o que escrevi sem querer ser malandreca, acabou-se mesmo a minha marmelada, nikeles..ehhhh...

Zé do Cão disse...

Laurinha
O que tem a ver a marmelada com manlandreca?

Biquinhos

Oliver Pickwick disse...

Mais uma boa história, Zé! Com a sua arte nas botas, transformou o Pião em peão de rodeio.
Um abraço!

P.S.: Aqui, "peão" é o mesmo que amansador de cavalos, de burros, etc.

Cusca Endiabrada disse...

ahahahahah ganda trocatintas me saiu a minha madry ihihihihih

Quem é que falou em me enfiar num frasco junto com a pascoalita? Hen? Puxa! Até me assustei, credo! Cruzes, canhoto!!!

Devia dar cá uma mistura essa compota eheheheheheh

Amigo Zé do canito

Estou ansiosa por conhecer mais uma das tuas aventuras e metendo marmelada deve ser de lambuzar e gargalhar até lágrimas.

Que a vida te sorria sempre ... Bom fim de semana
dentadinha

Zé do Cão disse...

Cusquinha
A tua madrinha virtual não quer acreditar que era mesmo a tua foto que lhe enviei.

Quanto ao resto veremos o que se arranja.

Hoje fui à Pousada de S. Filipe em Setúbal, apreciar a paisagem de Troia e a Cidade.
Coisa Bela, temos que lá ir.

Biquinhos

Cusca Endiabrada disse...

Deve ter sido um passeio fixe :b))

Pois eu hoje estive de serviço ao fogareiro. Há dias assim :((

Zé do Cão disse...

Ai foi. Pois o Zé comeu no "Bocas" uns peixes grelhados (6) de frescura incomparável, azeite quente só para as batatas a murro.
O Café foi na esplanada da Pousada.

Pascoalita disse...

Hummm batatinhas a murro! Também gosto :)

Setúbal é famosa pelo seu peixe fresquíssimo.

Mariazita disse...

De toda esta história hilariante de quem tenho, realmente, pena, é do pobre animal.
Imagima, com pregos espetados na barriga se ele não havia de correr.
Pensava que assim se livraria deles, pobrezito.
Mas olha lá, ó Zé, tu nunca te lembravas de fazer nada que não metesse marosca???
Livraste-te duma boa tareia do teu avô, debaixo das saias da mãe Júlia...
Como serão os teus netos??? :))))

Bom domingo

Beijinhos
Mariazita

Zé do Cão disse...

Pascoalita.
Sim, sim é efectivamente delicioso.

Zé do Cão disse...

Mariazita.

Ainda não tenho netos. Os meus rapazes tem 28/27 e são atilados...
O mais novo, deve bater o record é a namorar... Vai com uma pedalada que até me assusta.

beijocas

fotógrafa disse...

Ó Zé, eras fresco...eras!!!rsrsrsrs
abraço e uma boa semana para ti

Zé do Cão disse...

Fotografa.

Fresco e viçoso, digo-te que ainda hoje sou...

Laura disse...

Ahhh a foto era da minha afilhada que comparo smepre com a nina que tu dizes que não é, ela em novita era ssim de jardineiras ehhhh olha, vai enganar outra, as tanats ela mandou-te alguma amiga para fazer de conta, ehhhhhhh...marmelices? ui, as duas enfrascadas? saiam dali roucas de falarem todo o dia...

Zé do Cão disse...

E tenho outra foto dela. Também de jardineira. Digo-te que é uma miúda adorável.

Biquinhos

Cusca Endiabrada disse...

Ze do canito

Deixa a madrinha pensar o que quiser ... lá porque me levou ao colo à pia baptismal e porque sou assim mexidinha e abelhuda, julga que me reconhecia ao fim de tantos anos eheheh

Um dia, quando estivermos as duas frente a frente, vai ser lindo, vai ... ahahah

Vai abrir a boca de espanto e nunca mais a fecha ahahahahah

dentadinhas

Zé do Cão disse...

Cusquinha

Gosto muito, muito de ti. Quando estiveres frente a frente com ela eu também quero estar presente. Ela até vai cair de costas quando vir os teus caracois louritos.

biquinhos

Milu disse...

Afora a pequena maldade, a história é muito engraçada! Como é bom recordar o bom!

Zé do Cão disse...

Mas a partida foi mesmo boa?
Então porque o avô queria "malhar".

O netinho, passou-se de outra maneira era o remate da festa campestre.

Beijocas

BOTINHAS disse...

Amigão
Infelizmente não disponho de muito tempo para visitar os amigos...
Tenho pena, gostava de vir até todos os dias (que exagero!!!), mas a minha vida profissional deixa-me pouca disponibilidade.
Hoje consegui meter uma folgazita, e aproveito para dar 1 espretadela, rápida - uma rapidinha :))), tásse memo a ver...

Gostei muito da tua história, mesmo lida na diagonal...que o tempo não dá para mais. Mas está cheia de piada, como de costume.

Aparece. Há post novo.

Abraço fraterno
Botinhas

Laura disse...

Pensei que ia have rporco no espeto, mas, pelos vistos é só mais um blogue amigo... e o bacalhau á Narcisa continua bem encerrado, caquético, velho , a caír aos pedaços...Beijinhos.

Mariazita disse...

Querido Zé
Posso fazer uma pergunta indiscreta? Nem te dês ao trabalho de responder, porque faço-a, quer queiras quer não :)))
Ora então diz-me cá uma coisa: zangaste-te com a minha "Casa"??? Há tanto tempo que não apareces lá...
O que faço com as saudades, hein, hein?
Não vês que fazes lá falta, rapazinho???
Bem, eu fico te esperando...espero que não seja preciso sentar-me...

Beijão
Mariazita - Casa da Mariquinhas

Laura disse...

Eu quero mandar beijinho pra tu, prá nina anónima a pandorita, ela aparece, deixa de aparecer, sei que é uma seca ir ao meu resteas, mas, eu quero muito a ela e do fundo de mi corazon...assim..pandorinha; beijinhos pra tu..

caditonuno disse...

foge, foge, zé! até me ri ao imaginar a cena final!!!

Zé do Cão disse...

Botinhas

que bom a tua presença.
um abraço

Zé do Cão disse...

Laurinha

Fiquei varado quando disseste que a Narcisa estava encerrado.
Um "tolo" dessa Cidade que encontrei em Palmela, disse-me que já tinha aberto.
Se ele fosse pró....
Biquinhos

Zé do Cão disse...

Mariazita.
Nem sei que te diga. Desculpa.
Mudei de "palheiro" pelo Natal e não me tem faltado trabalho desde essa data, é isto aquilo e aqueloutro. O tempo voa e sem sabermos estamos a deixar os amigos para trás, coisa que não quero fazer.
Beijinhos e prometo ...

Zé do Cão disse...

Lauirinha.

Que é isso mulher. Fala de "negro"?
Os 'smininos é que dizem tu.
Tenho algo para tu. Não será? Tenho algo para ti?.

Biquinhos

Zé do Cão disse...

Caditonuno


Homem estás vivo.
A tua profissão tem-te dado água pela barba, não é.
Como é possível os governantes querem destruir uma das profissões mais belas
que um País possui.
Como é possível não entenderem...
Que só com Cultura e saúde deixamos a ponta do rabo.
desculpa meter foice em seara alheia.
um abraço

Pascoalita disse...

Bom dia!

Também ando sem tempo para fazer as coisas que mais prazer me dão, sabes? Raio deste "senhor tempo" que não estica, canudo!

Para cúmulo, a maquineta lá de casa onde também não colaborou ... deu-lhe a veneta e fez greve eheheh

Isto apenas para justificar a minha ausência por aqui.

Jinhos

Zé do Cão disse...

Sabes que és sempre bem vinda neste cantinho.
as pessoas de quem se gosta, aparecem quando querem e quando lhes apetece.
Tens sempre braços amigos, abertos para dar um xi-coração

biquinhos

Cusca Endiabrada disse...

Ó Zé do canito

"eu também gosto muito de tu" ... "mando dentadinhas a tu" ... então, nino, não estás familiarizado com o vocabulário dos putos?
Eles falam assim e os cotas vão atrás eheheh

Pronto, muitas dentadinhas para tu também ihihihihih

Cusca Endiabrada disse...

Ah! Reparo que a Pandora-Box anda ausente.

Vou cuscar os outros poisos a ver se a nina se perdeu por aí ihihih

mais dentadinhas a tu

Zé do Cão disse...

cusquinha.

Na Africa e no Brasil, falam assim mesmo.
Será fruto do novo acordo?
Então uma mordida para tu.

Biquinhos

Zé do Cão disse...

cusquinha

Será que a Pandora perdeu-se?
É que ela é de uma terra guerreira, acho que não sde perdia.
As armas são o seu forte, especialmente a espada.

Mordida a tu

Cusca Endiabrada disse...

Amigo Zé do canito

Sabes que o pessoal não se convenceu de que a Prima Vera era a responsável pelo meu euforismo e ... bem ... também era só um segredito só meu. E já que não tinha conseguido fazer-te a surpresa, nem tencionava partilhá-lo ...

Mas puxaram-me pela língua e acabei contando, pronto!
Agora já sabem o que me aconteceu na floresta!

A única coisa que lamento é que não descortinei a tal árvore "pastelnateira" :((

Se os quiseres papar, vais ter de continuar a deslocar-te à pastelaria eheheheh


dentadinha

Mary West disse...

Bom humor acima de tudo.

Zé do Cão disse...

Cusquinha

Endiabrada, sim, confirmo que és endiabrada, tens mesmo o diabo no corpo.
biquinhos

Zé do Cão disse...

Mary West.
Que bom a tua presença. beijocas

Cusca Endiabrada disse...

Zezito

Esqueci de perguntar se em vez duma árvore que dê "pasteis de nata" pode ser uma cujos frutos sejam "ovos estrelados" ... é que localizei e ... bem, sempre era um pretexto para voltar à floresta entendes? Não? Então passa no meu quintal e entenderás ahahahahah

deixo dentadinhas a tu em troca de iquinhos para mu eheheh

Zé do Cão disse...

ahaha, partes-me todo.
numa fujidinha vim aqui meter o nariz e dou mu a saudar o tu.
biquinhos

Anónimo disse...

Pronto!!!!

Está visto...DENTADAS PRA TODOS/AS

È ASSIM SUA CUSCA endiabrada(ías adorar,conhecer as minhas ninas...parecidissimas a ti no humor)
Nestes dias,preocupadissima com a filha mais velha...rumo endireitou...tirou um curso de formadora em expressão dramática com excelente...rsrsr) e já dá umas formaçãozitas)

Zé do Cão...gostava de te mandar uns docinhos para ENFARDARES com a Cusquinha....manda por mail nova direcção....
Um abraço:pandora_box

Laura disse...

E eu gostava que fosses ver como foi o meu dia em coimbra, especialmente no caminho para cá..adorei..só eu..Beijinhos.

Zé do Cão disse...

Pandora

Está a aproximar-se vertiginosamente a data em que qualquer dia irei ao teu cantinho natal. Guarda isso para outra ocasião que a Cusca não se importa.(Julgo).
Se eu fosse mais novo e ela aceitasse namorava com ela. O mais certo era não querer pois já contei tantas façanhas desastrosas...

Beijocas

Zé do Cão disse...

Laurinha.

Coimbra outra vez? Tudo bem? Também tenciono ir a Coimbra dentro de pouco tempo.

biquinhos

Anónimo disse...

Olha Zé....

Se fôr como algumas que eu conheço(tipo moizinha)...os preferidos,são os endiabrados.dão luta e PIKA.....ensossos longe com eles.......cuida-te...homem

A minha Cidade,cada dia está mais bela....

Um bom fim de semana para ti
abraço pandora_box

Mariazita disse...

Olá, Zé, boa noite
O comentário que deixaste no Sempre Jovens não me era dirigido...ou era? É que eu suspendi (pelo menos provisoriamente) a minha colaboração lá. O nome ainda aparece no meu perfil porque eu sou co-administradora do blog, mas há um certo tempo (talvez 2 meses...) que não publico lá nada.
Encontras-me na "Casa da Mariquinhas" e no "Lírios do Macuá".

Beijinhos
Mariazita

Fernanda Ferreira disse...

Olá Zé,

É impressionante o número de comentários aos seus belíssimos textos, este é simplesmente fabuloso.
Parabéns e obrigagda pela sua visita ao Sempre Jovens, especialmente por conhecer aparentemente tão bem o Minho.
Abraço
Fernanda Ferreira

Adrianna disse...

Boa noite :o)

Já tinha passado por cá antes (saltitei do Blog da Laurinha e pascoalita) mas tenho andado ausente.

Hoje voltei! Digamos que finalmente rompi o CASULO eheh

Gosto deste espaço ... há HUMOR e boa disposição.

Prometo voltar

Adry

Zé do Cão disse...

Claro que era, Mariazita.

Beijinhos

Zé do Cão disse...

Nós seremos sempre Jovens.
Não é a idade que nos deita abaixo e o mais importante é saber viver.

Zé do Cão disse...

Fernando Ferreira

Deixei passar a falta dumas beijocas

Conheço bem, muito bem mesmo o Minho.
Alto e Baixo, vivi lá 20 anos, garanto que conheço melhor do que muitos minhotos, tal como a Galiza, Rias Altas e Rias Baixos pois nesta andei por lá 15 anos

Beijocas

Zé do Cão disse...

Adry, Já tinha ouvido falar sobre Adriano.

O Zé fica contente com a presença, quanto ao humor, era a única coisa que havia naquela época.
Como vem daqueles lados e uns Biquinhos muito especiais

fotógrafa disse...

A serenidade e a alegria
são a luz e o sol
iluminando a vida
fazendo prosperar o que tocam.

Bom fds

abraço

Zé do Cão disse...

Fotógrafa

obrigado pela visita e pelos bons conselhos.

votos também de fds, acrescidos de 2 beijocas

Pascoalita disse...

Bom fim de semana :)*

Ainda a propósito de cerejas e cerejeiras e para não te sentires só ou condenado a ver os pássaros papá-las, também já plantámos aqui um exemplar.

No 1º ano deu 4 cerejas (uma para cada elemento mda familia eheheh)

No 2º ano deu 8 (tivemos direito a dose dupla eheh)

Depois veio um vendaval que a partiu pelo meio e o meu hortelão não a substitui porque diz que esta zona não é adequada à sua produção (em seu lugar temos afgora uma árvore que era suposto dar alperces, mas ... cadê eles? eheheh)

jinhos

Laura disse...

tôa zézito o açucar resultou com as formigas?..a minha mãe queixa-se da mesmissma coisa..beijinhos.

Zé do Cão disse...

Pascoalita.
Com que então deu 4 cerejas. Uma para cada. Quando cheguei do norte e fui para Palmela, deu no primeiro ano muitas cerejas. Coisa invulgar. Então apareceram uns melros de biquinho amarelo que acabaram por lhe chamarem um "figo". Paparam-nas todas de uma assentada. No ano imediato, cobri a arvore com uma rede de pesca.
ahahah, não julguei com os marmanjos fossem pescadores. Comeram-nas todas outra vez...Desisti e plantei estas ao menos para ter o prazer de ver serem comidas pelos "pretos".
É que no meu quintal à-os aos montes
quando estão floridas são bonitas...
biquinhos

Zé do Cão disse...

Laurinha.
Vou dar-te um remédio que resulta com as formigas.
É mesmo verdade.

Detergente da loiça (qualquer) com água. Pulveriza as formigas e vais ver que morrerem.
Há é uns gastos em demasia, já que comprar caixões para tanto bicho, é obra. E ainda por cima pagar a carpideiras.
biquinhos

Laura disse...

Ehhh vou dizer à minha mãe que se faz assim...na casita dela entram pla janela da cozinha e deliciam-se com o açucareiro aberto...
Pois é, já imaginaste os lucros do cangalheiro? ah, tanto caixão pás ninas e as carpideiras partiam todas as cadeiras..é pa rimar...Beijinhos de bom Domingo e quando fores passar na terra da pandeireta, ah, perdão, a pandorinha box (é pa rir na pa zangar) avisa aqui a laura que adoraria conhecer a tu...laura.

Zé do Cão disse...

Laura.
Quando me disseram esta do detergente, eu sorri.
Pelo sim pelo não, fiz a experiência e confirmei ser verdadeiro.
Agora essa de deixarem o açucareiro aberto, é que me parece uma ideia fraca.
Vê lá se as formigas ao aos favos de mel com as abelhas lá? É o vão...

biquinhos e que o sol te seja forte.

Popper disse...

É obrigatório passar por aqui. Abração.

Anónimo disse...

Eu digo-te a "pandeireta"....ehehehheh.....sou mais tocadora de rabeca,ora...

Oh zé ta na hora de BULIR com os dedinhos.....

Boa semana:pandora_box

Zé do Cão disse...

popper.
Tenho sido visitante assíduo do teu blog e fá da tua visinha do 3º Esq.


Abraço

Zé do Cão disse...

Pandora

Pois digo-te que te julgava tocadora de rabecão.Se calhar é por isso que ás vezes me apetecia dar-te uma rabecada, quando atravessas a linha do comboio sem olhar para ambos os lados.
Sabes lá o que se pode fazer só com um dedo.
Apontar, tocar a campainha, esgravatar no buraco da formiga, levar pendurado o saco do pão, bater na maquina de escrever quando não se tem pratica e mais uma infinidade de coisas.
Beijocas

Adrianna disse...

Ler ou reler uma das tuas histórias reais, ou apenas passar os olhos pelos comentários dos teus devotos visitantes, começa a ser um momento tão agradável que um dia destes darei comigo a fazer disto uma terapia diária, tal a sensação de alívio e bem estar que me proporciona.

Rir e dançar são das coisas que melhor fazem à saúde, dizem os técnicos de saúde. E eu como não danço ....

Um beijo da Adry

Zé do Cão disse...

Adry

Afinal já somos dois a pugnar pela saúde e fazendo a nossa terapia.

Beijocas
Na Espanha, A Segurança Social dá aos seus reformados, 2 vezes férias no ano e excursões baratissimas.
A malta enquanto anda no laré, não gasta em medicamentos nem vão ao medico.