23.6.10

Salve-se quem puder

.
Num Portugal cheio até acima de políticos que não sabem governar, juízes que não sabem julgar e chefes que não sabem mandar, que mal tem uma salva-vidas que não sabe nadar? Nenhum. Foi isso mesmo que acharam as luminárias que decidiram colocar uma funcionária pública - que prestava serviço no pólo do Ministério da Agricultura de Aljustrel e foi integrada no quadro de mobilidade em 2007 - nas piscinas municipais de Castro Verde, precisamente como salva-vidas. Ao Correio da Manhã, a funcionária, que tem 65 anos, a quarta classe e fazia limpezas, contou que foi feita a mesma proposta a uma colega, que tem 70 anos e já esta reformada. Das duas, uma: ou nos tornamos oficialmente 0 país do salve-se quem puder ou a ideia, levada um pouco mais longe, até pode ser boa. Por exemplo, e que tal recrutar nadadores salvadores nos lares de terceira idade? Assim de repente, ocorre-nos uma vantagem óbvia: alem do baixo custo da mão-de-obra, pelo menos a maioria dos profissionais já traria uma botija de oxigénio acoplada para prestar socorros a náufragos.
.

39 comentários:

São disse...

Ora sejas bem regressado, que já tinha saudades tuas!!

Quanto á tua proposta , acho conveniente não falares muito alto, não vá a nossa preclara classe política ouvir-te e concretizar a ideia, rrsss
Um abraço bem grande, meu amigo.

O tempo que passa disse...

Sr. José do Cão. Acho infeliz a sua ironia para com a idade da senhora em questão (eu fiz 65 anos no passado dia 20) e por ter ela só a quarta classe (por sinal, eu também só tenho 4ª classe) e infelicidade daqueles que vítimas de doença pulmonar obstrutiva crónica (DOPC) precisam para sobreviver de estar perto ou carregarem uma botija de oxigénio (o que não é o meu caso, felizmente). Mas já concordo com o Sr. José do Cão, se de facto a senhora não sabia nadar capazmente e se não tinha os conhecimentos básicos para prestar socorro a uma eventual vítima de afogamento.
Se me permite dizer-lhe, Acho que o Sr. José do Cão compreenderá este meu desabafo daqui a alguns anos se porventura este assunto lhe aflorar à memória.

Um abraço

Parisiense disse...

E que tal alguns traficantes para o governo????
Ocorre-me a ideia de que teria mais lucro e muito menos trabalho (de fugir).

Beijokitas

Zé do Cão disse...

São

Regressei cheio de força depois de uma férias que me souberam que nem ginjas. E o melhor é que tomei o gosto e todo está programado para em Julho, ir até às Galiza novamente para matar saudades.
Depois em Setembro, logo se verá.
Acho que no fim de vida, não vale a pena juntar..."Eles comem tudo..."

Abraços, jocas e tudo de bom para quem gosta de mim...

Zé do Cão disse...

O tempo que passa
Meu caro amigo. A minha ideia foi fazer ironia com o pouco senso de quem governa alguma coisa. E o pior é que por apêndice, nós estamos todos a sofrer esta maldite crise.
Pois meu amigo, quem chegou aos 65 anos tem que ter animo e força suficiente para ultrapassar os problemas que a vida nos trás. Como eles foram feitos no passado dia 20,
aqui vai um ABRAÇO e que eles se repitam por mais uns anitos, já que, as agências fúnebres cobram caro que se fartam e nós não temos reforma para suportar tais luxos.
Olhem que o Zé, pouco falta para fazer os 80 e luto todos os dias para acordar vivo, ter o sorriso nos lábios, brincar com os amigos e acima de tudo ser feliz e fazer com que, quem esteja às minha volta
goze dessa irradiação de felicidade.
Um grande abraço e conte com a minha amizade

Zé do Cão disse...

Parisiense

Minha amiga, muito me conta... Mas eles já lá não estão? Pensava...

Jocas

Anónimo disse...

Amigo que saudades já istáva a ficar preocupada com que então de férias quando for grande tambem quero ter essa vida. Beijinhos Gina

Osvaldo disse...

Caro Zé;

O que faltará mais aos nossos iluminados autarcas/políticos inventarem?!...

Bom, pelo menos não mandaram a pobre da funcionária para o desemprego. E se por acaso se afogar para salvar alguém pelo menos será condecorada a titulo postumo!!!.

Um abraço, Zé.
Osvaldo

Zé do Cão disse...

Gina

Joquitas, joquitas.

Isto de não fazer nada e ir de férias dá-me vontade de rir. E a ti?
tamb
em te dá?. És uma invejosa!...
Pela nossa amizade, beijos

Zé do Cão disse...

Osvaldo.

Que mais estará para nos acontecer?

Querem ver que ainda me requisitam para coveiro, já que, ao que consta
e uma profissão em pura decadência.
Lá vou ter que me preocupar com o balde de cal.

Um abraço, meu amigo

rouxinol de Bernardim disse...

O chicoespertismo elevado ao pódio... ouào máximo expoente...

Zé do Cão disse...

Com que então um rouxinol.
Sim senhor, é bem-vindo.

Qualquer dia, indo sou promovido a motorista do Inem, ou enfermeiro domiciliário.
Ao menos que me paguem tanto como aos gajos da Telecom.
Amigo, e assim vai este País...
Como dizia o Camilo e a Ivone
Este País é um colosso...
Está tudo grosso...está tudo grosso

Milu disse...

Olá Zé!

Escavaquei-me a rir ao ler aqui os teus comentários, com esse espírito "folgazão" bem se vê que estiveste de férias! :D
Quanto ao que aqui contas, fiquei um tanto perplexa, pois para mim essas situações só podem ter resultado de enganos, porque são ridículas. Se eu frequentasse essas piscinas,ao descobrir que a tal senhora nem sabia nadar, denunciava esse facto, através de todos os meios possíveis. Chamava a atenção dos meios de comunicação, como por exemplo as televisões, que andam sempre à cata de situações para fazerem notícia.
Um beijinho

Mariazita disse...

Zé, meu querido amigo, diz-me que isto é mais uma das tuas brincadeiras! Não é??? Então tens toda a razão em lembrar a saudosa Ivone acompanhada pelo Camilo : está tudo grosso, está tudo grosso!!!
Uma salva vidas que não sabe nadar??? Essa não lembra ao D.Pedro.
De que mais se lembrarão? Aguardemos para ver.
Essa das garrafas do oxigénio está muito bem lembrada, mas, como diz a São, não digas isso muito alto, não vão "eles" ouvir e pôr a ideia em prática.

Sabes que mais? Aproveita bem o fim de semana, porque Pineda... já lá vai. Fizeste-me umas saudades!...
E já agora dá um saltito ao meu
HISTÓRIAS DE ENCANTAR
Acho que vais gostar.

Beijinhos, beijinhos

Zé do Cão disse...

Miuzinho

A tua presença é uma lufa de ar fresco neste blog cheio de Mofo.

jinhos

Zé do Cão disse...

Mariazita

Minha amiga, é mesmo verdade, infelizmente. Deve ser fruto da crise e então para não gastarem mais uns cobres, que importa a vida dos mortais.
Presumivelmente ainda faziam um bom serviço à Segurança Social, sempre era menos uns "tustos" que gastavam no futuro.
Jinhos grandes

Cida disse...

Olá Zé!

Realmente, salve-se quem puder!...:)

Obrigada pela visitinha ao meu mosaicos. Volte sempre, okey?

Um grande abraço, e tenha uma semana iluminada.

Cid@

Luís Coelho disse...

Agradeço a visita ao liacoelho.
Li este post e até fico de cara torta
Esses iluminados nunca erram, nunca pedem desculpas e pressistem nos mesmos erros.
A jogada está feita.
Acordem enquanto é tempo porque aos poucos a mordaça vai refreando as nossas palavras............
Um abraço amigo.

Zé do Cão disse...

Luis Coelho

Só que a mordaça está a rebentar pelas costuras.
E quando ela se soltar, tenho medo do que possa acontecer.
Que futuro têm as nossas crianças?
Que futuro têm os nossos filhos com 30 anos e que futuro têm esta geração?
O futuro, está e foi preparado só para ELES.
Abraço

Zé do Cão disse...

Cida
Fiz ontem com um grupo de amigos uma visita a Valado Ribatejo, um passeio no rio Tejo com visita a Escaropim
(terra dos Avieiros do Tejo) e uma visita a uma das casas museu dos Avieiros.
Como era dura a luta daquela gente e a sua sobrevivência em pleno Tejo (TEJO é o rio que banha Lisboa, depois de nascer de «Albarracim» "Espanha"
Adorei

Cida disse...

Conheci o Tejo bem de pertinho, pois estive em passeio por seu lindo País em maio do ano passado.

Gostei tanto de tudo por aí: povo, cidades, música, culinária...que um dia, se Deus assim o permitir, eu espero voltar.

Minha avó paterna era portuguesa, e eu tenho um imenso orgulho disso.

Um forte abraço e obrigada pelo lindo comentário no mosaicos.

Cid@

Zé do Cão disse...

Cida
Quem que então esteve perto do Tejo, mais propriamente no Terreiro do Paço (julgo).

Lisboa é linda e tem um sol de sonho.

jinhos

Mariazita disse...

Zé, meu amigo do peito :) obrigada pelo teu comentário na "CASA".
Na verdade África, para a maioria das pessoas que por lá passaram, fcou num cantinho muito reservado do coração. E nunca mais esquece.

Estou à tua espera no HISTÓRIAS DE ENCANTAR
Não ligaste patavina ao meu convite... :( O que vale é que eu sou boa rapariga e não me zango contigo...

Beijoquinhas. Boa semana.

Kim disse...

Amigo Zé!
O tempo que passa, devia pensar que tu eras um imberbe rapazola. O teu espírito folgazão não deixa imaginar que já atravessaste muitos invernos. Antes assim fossem todos. A vida deve ser levada a brincar, pois doutro modo quase que mais valia cortar o pescoço logo à nascença.
Deixa estar que eu vou lá dar uma ajuda às senhoras SALVA-VIDAS. São raparigas quase da minha idade, logo entender-nos-emos às mil maravilhas.
Grande abraço meu malandro!

Zé do Cão disse...

Mariazita

Não sei para onde me virar. É o apito da fabrica a chamar-me ao trabalho. É a "Dona" a ralhar comigo porque não lavo a loiça capaz, são os melros que me comem as cerejas todas. Enfim vou perdoar a todos, e prometo que amanhã à tarde vou ouvir essas histórias de encantar.
jinhos

Zé do Cão disse...

Kim

Um grande abraço meu amigo.
Olha que isto está mau... Já andava todo contente, porque ia ter um "chisp" no cu do carro e afinal os gajos agora já não fazem.
Acabo de ouvir a televisão sobre essa merd. e sinceramente fiquei sem perceber nada de nada. O gajo que tem um caroço de pessego na boca, explicou tudo tão bem, tão bem e o seu secretária, idem, idem
que ainda fiquei pior do que estava. E como tenho joanetes, fiquei à rasca dos "chips"

Um abraço, mas levando isto a rir não chegamos a chorar.

Laura disse...

Ai Zezito como ri a ler as tuas rábulas fábulas, caramba...tens os chips avariados, mas eles eram para ser,depois para não ser e agora sou eu que já nem sei de nada, enfim enquanto não nos chiparem a todos não descansam...

Muito ri com a nadadora salvadora da terceira idade... ela pode lá com o equipamento e muito menos com o afogado,credo, tadinhda da senhora ganha o ordenado dela, vá lá...e eu no desemprego, já me viste a correr praia fora? louvado seja Deus!...

Aquele abraço apertadinho,s em bóia tá claro..laura

Zé do Cão disse...

laurinha

ainda bem que não precisamos.

jinhos

Gisela Campos disse...

Zé do Cão,

Graças ao google cai por aqui. Rolei de rir com tuas estórias.
Salve-se quem puder mesmo! Salva-vidas que não sabe nadar...haha

Zé do Cão disse...

Gisela

Se não houvesse humor, era caso para chorar.

Todavia, como já vi de tudo na vida, vamos divertindo-nos .
Afinal qual o seu blogue, decerto haverá coisas também bem engraçadas para contar.

abraço

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Zéamigo

Um aparte inicial: adoro Castro Verde, onde fui passar muitas férias - quando estava na idade de as ter - no Aparthotel do Castro, até com os meus netos kainda eram putos. Donde, pobres castroverdenses com tal salva-vidas.

Aliás, acompanhei a construção das piscinas, era pelo tempo do Fernando Caeiros, «eterno» Presidente da Câmara desde 1975. Antes, apenas existia a do já citado Aparthotel. O Caeiros era (e creio que continua a ser) um tipo porreiríssimo que se dizia comunista, mas que acreditava nos Fundos da então CEE.

Como julgo que sabes, vou fazer 69 - anos... - e ainda vou escruvinhando umas coisas. Se me convidassem para salva-vidas, pois então: quando jovem, fui nadador do SAD, o Sport Algés e Dafundo, e ainda dou umas braçadas.

Se porém o convite fosse para dentista, aí estava o fado estragado e eu corrido. Muita asneira se faz por estas bandas. Ainda que também se produzam coisas boas. Excepto, 'tralmente, a besta do Carlos Queiroz...

Ora pois, concluindo, que já se faz tarde e estou a ocupar-te muito espaço: idade não é documento, como dizem os brasucas. Mas tem os seus limites.

A preparação igualmente: pedir a um tanoeiro para dar cálculo infinitesimal na universidade é asneirada grossa. Mas, por aqui, tudo se faz, tudo se justifica. ´

Volto a escrever o que já muitas vezes escrevi: nós, os tugas, não prestamos. Escrevi NÓS. Eu também sou. Ponto. Com excepções, felizmente. Mas, todas as regras as têm.

E oxalá não haja alguem a afogar-se em Castro Verde. O País, esse, mete tanta água...

Zé do Cão disse...

Ferreira

Se tudo fosse bonzinho e certinho, onde haveria o humor e o nosso entretimento?


Abraço

Gisela Campos disse...

boa noite zé do cão,

ainda não tenho blog, abri a conta a pedido de uma amiga. Vejo que existem muitos blogs, muitos escritores e poucos leitores. Desconfio que ficarei apenas como leitora. Eu como escritora, sou melhor leitora...hehe.

abçs
Gisela

Zé do Cão disse...

Gisela

Cá o Zé também é assim. Leitor fraco e de escritor não tenho nada, nem pretensões.
Sou apenas um observador que ás vezes nem está atento.
Memória, isso tenho e oxalá me mantenha assim.
Vá, nada de preguiça e que venham estórias de vida ...
abração

São disse...

Então,amigo, já estás na Galiza?

Bom, estejas onde estiveres, que estejas bem e em boa companhia.

Uma boa semana, Zézinho.

Zé do Cão disse...

São

Em casa, em casa, recolhido do calor.
Entretive-me a fazer textos que servirão para o meu blogue.

jinhos

Oliver Pickwick disse...

Zé, fica claro, na sua crônica, que o alvo da ironia é o governo, e não as pessoas da terceira idade.
A propósito, aqui em Salvador tem um evento anual de natação denominado "Travessia Salvador-Mar Grande", com um percurso de 14 quilômetros, do continente (Salvador) até a Ilha de Itaparica. Há anos, um senhor - hoje, com oitenta e dois anos - faz a travessia. Porém, é lógico que esta não é uma ocorrência comum.
Um abraço!

Zé do Cão disse...

Oliver

Claro que tudo não passa de ironia.

Quando o desnorte desgarra, as incompetência são incontroláveis.

Parabens ao homem da 3ª idade. Ainda há gente da 3ª idade que os tem no sitio.
abraço

armalu disse...

Estamos tão pobres em tanta coisa, e em espirito de humor, deixamos muito a desejar, a idade da senhora não conta, o que conta é a falta de juizo de quem coloca, a Senhora nesta situação, e pior se houvesse algum acidente, quem se iria responsabilizar?Continue com o seu bom humor que tanta falta faz neste paísbj