28.7.08

“Alfa Pendular”


.

Sentei-me à frente desta máquina fascinante, com o intuito de escrever mais uma história ocorrida durante esta minha curta passagem pela vida terrena. É certo que ainda cá estou, mas segundo parece já tenho as campainhas celestiais limpas com “solarine”, afinadas, reluzentes e prontas para tocarem quando eu aparecer a bater à porta do céu.
Todavia, fui informado pelo meu subconsciente, que no inferno também preparam festejos e que já há uma quantidade de “cornuditos de elite”, pronto a raptarem-me na hora H, com o sentido de me acolherem definitivamente no seu convívio.
Portanto, eu que já há muito tempo estou preparado para iniciar a viagem, sinto-me constrangido e infeliz por saber a trama que se desenrola nas minhas costas.
Num dos lados o Céu e no outro o Inferno. No primeiro não me oferecem nada e entrarei (o que acho improvável) se tiver sido sempre bem comportado, no segundo oferecem-me uvas moscatel, pêssegos, bananas, anedotas picantes, licor de Ginja de Alcobaça, Tortas de Azeitão, Sardinhas, Tripas à moda do Porto, arroz de lavagante e voltas ao Mundo sem parar acompanhado de mulheres, mulheres muito lindas e boas como o milho.
Encontro-me pois num “tri-lema” e não estou a descortinar como vou sair desta enrascada. Julgo até que a dar-se o rapto não tenho alternativa, já que as tropas do Céu não estão tão preparadas e não possuem material bélico tão sofisticado com as do Inferno.
Só me resta então, fazer a minha luta com as armas que disponho, não fazendo caso de ofertas tentadoras, mantendo-me por cá mais uns tempos, gozar a vida e tentando fazer em cada dia uma história de amor e humor.
Nos primeiros dias de Junho passado desloquei-me a Braga e à Galiza, utilizando, até à Capital do Minho, o Alfa Pendular, com saída às sete da manhã de Santa Apolónia.
A carruagem em que viajava tinha muitos lugares vagos, sinal de que havia poucos passageiros, já que aquele comboio é de lugares marcados obrigatoriamente e portanto as faltas são notórias. No lugar de janela contrária à minha, mas uma fila à frente, viajava uma senhora de meia-idade, bem vestida, bem penteada, mãos bem tratadas e unhas arranjadas. Trazia uma pasta com muitas folhas A4 e entretinha-se a passar a vista por elas, fazendo anotações, como quem está a rectificar pontos escolares.
Admiti portanto ser professora, ocupando o tempo de viagem a trabalhar.
Em dado altura, vindo da carruagem bar, surge um senhor negro, grande, grande mesmo e com uma bunda enorme, sentando-se ao lado da professora.
Eu observava o caso discretamente mas com os olhos sempre em busca de algo para me divertir.
A Senhora mexia-se, virava-se de um lado para o outro, não estava bem. Julguei ser pulga atrevida, mas depois fiquei completamente esclarecido. O homem exalava um cheiro nauseabundo e pensei. Como é possível um homem bem vestido, sapatos engraxados, engravatado, pasta tipo “James Bond”, cheirar tão mal. Porque não foi à casa de banho vazar aquele bandulho, decerto, atulhado de couve-flor e feijão preto miudinho que os brasileiros mandam para cá.
Do meu lugar “observatório” apercebo-me que a coisa estava “preta” para aqueles lados, e só terminou quando a senhora resolveu telefonar a alguém que a fosse buscar a Gaia, pois estava agoniada e não podia fazer a viagem até Campanhã.
É que o grandalhão, assim que se sentou, tirou os sapatos para ficar com os pés mais à vontade e consequentemente aliviado de apertos.
Para dar a possibilidade da senhora poder sair, levantou-se mesmo descalço e passou ao corredor, vendo nessa altura, em cada uma das suas meias, dois enormes buracos, um nos calcanhares e outro à frente nos dedos grandes.
Em Campanhã esperava-me uma nossa “blogueira” que me queria conhecer, acompanhada do marido, de um dos filho e de uma adoptiva malhada e orelhas caídas (já é estrela, pois aparece com frequência na net), onde no futuro irão acampar um casal de carraças, que irão dar continuidade à sua espécie.
Cumprimentámo-nos rapidamente e fiz-lhe referência que era capaz de ter nascido uma história naquela viagem, e, não fosse ela colocar-me a mão nas costas e empurrar-me para o comboio, o Zé teria ficado em terra…
Portanto, meninos e meninas, nada de tirar os “chanatos” em publico, porque o sulfato de peúga tem um cheiro que incomoda todo o mundo.

106 comentários:

Mandy disse...

hauhauhauhau
Tadinha da moça! Ela não merecia passar por uma situação dessa, ou melhor, ninguém merece, não é msm...
Eu já passei por uma parecida! É horrível!!!!
Bela história como sempre.

Ah, e sobre seu comentário no meu blog, acho q não é q nós mulheres estejamos preocupadas em virar titia, é bom ser solteira, mas sempre pensamos no futuro q não está tão distante assim, não é msm...

BjO.

Rei da Lã disse...

Se ele tivesse os pés em flor, nada disso sucederia.
Antes pelo contrário...
Cumprimentos, Sr. Zé do Cão.

Mandy disse...

É isso q espero...
Só quero algo q muitos querem apenas ser feliz!!!!
Obrigada pelo elogio!!!

BjO.

Zé do Cão disse...

Pois é Mandy, a senhora viu-se aflita, coitada. Isto são coisas do dia a dia, nos transportes públicos.
Claro que eu gozei à brava e daí contar a istória.

Bj.

Zé do Cão disse...

Rei da Lã. Não me fales em flor que me lembra logo as Margaridas. Como perdi a vergonha, qualquer dia, conto uma de "sabrinas" (para os pés, claro), que se tivesse sido contigo, não saberia como te safavas.
Um abraço, qualquer dia iremos beber uma "mine" para acompanhar uns torresmos com casqueiro.

Zé do Cão disse...

Mandy. Quando estamos lúcidos, entendemos perfeitamente a mensagem.
Bj. querida

Capitão Merda disse...

É sempre assim, Zé.
Quanto maior a cagança externa, maior a merda que vai por dentro! Dentro, salvo seja, no caso em concreto.
E desculpa-me a escatologia, se fizeres o favor...
Abração, amigo!

Zé do Cão disse...

ahahah...
Capitão, essa de pedir desculpa...
porquê? a escatologia era demais?...
Coitado, do homem, mas quem se viu "negro" era quem lá ía dentro.

Um grande abraço

luafeiticeira disse...

Tenho um jogo no meu blog para imprimires...
jocas
P.S.: venho ler o texto depois

Zé do Cão disse...

Lua. Já Lá passei. Coisa original.
Regista a patente, antes que te passem a perna. Olha que os chinócas
lixam-te. Aliás já lhes roubaste as bolas.

Bj.

Trapizomba disse...

Gira esta Mandy, não achas Zé?
Quanto ao teu post só tenho a dizer...Este país é um colosso!
O teu amigo trap.
ef

Zé do Cão disse...

Trapizomba. Sim sim estou de acordo contigo. Acho-a um amor.
Quanto ao País. Dizes que é um colosso. Eu acrescento, tá tudo grosso, tá tudo grosso.
Assim dizia, Camilo e Ivone no Badábádu.... recordas?
Tenho boa memória, não
Um abraço

xico man disse...

COITADA DA RAPARIGA SÓ TU ZE´!!!!!!

Zé do Cão disse...

Xico. Isto todos nós vemos e todos os dias.
Acontece que uns vêm a coisa de uma maneira e outros vêm-na de outra.
Eu julgo que as veja com olhos azuis e com aspecto sorridente.
Um Bom Abraço

Olá!! disse...

Meu querido amigo, e que a pouco souberam aqueles minutos em que nos conhecemos pela primeira vez.
Ainda estava com esperança que tivessem chamado alguém para desancar o preto, o comboio atrasava mais uns minutos e a cavaqueira tinha durado um pouquinho mais.
Fica para uma próxima que espero seja em breve.
Beijo grande e abraço dos homens cá de casa

PS. A “orelhas caídas” diz que gostou de ti, é bom sinal :))

Anónimo disse...

Amigo Zé, "Sabadabadu".
Nem sempre os cheiros são afrodizíacos ou mesmo inspirativos de boa estória,no entanto,são reais
e alguns até eloquentes como será o caso.
Bom artigo e muito bem escrito como é apanágio da sua pessoa.

Um abraço

luafeiticeira disse...

Infelizmente, passa-se muito disso por aí e o que mais me dá confusão é "ver" jovens que cheiram tão mal.
Mas a história está boa, está tão boa que nós até nos esquecemos do cheiro.
Beijos

Zé do Cão disse...

Olá!. Sinceramente não te esperava já. Acabaram as férias? O que é bom acaba depressa, não é? Quando nos estamos a acostumar, pumba, rebenta o balão.
Abraços à malta toda.
Para a próxima vez que nos encontremos levo dentro duma caixinha de comprimidos, daquelas que se vendem aquando procissões, um casal de "carracitas" e que vão em principio fazer de "percings" nas orelhas da "malhadinha"
Ela vai agradecer-me com duas batidelas de rabo a lembrança.
Faz-lhe uma festinha no lombo, por mim.
Bj. minha amiga

Zé do Cão disse...

Anónimo. Obrigado por apareceres, mas trata-me sempre por tu. Agradeço.
Fazes referencia ao Sabadabadu, percebi o meu engano, garanto-te que somente não bati as duas letras, por lapso.
Por sinal tenho cassetes desse programa, que até ganhou um prémio internacional.
Quanto à escrita é o que se pode arranjar, podia dar-me para pior!
Um abraço

Zé do Cão disse...

Lua.Há muita malta nova, que não só cheira mal dos pés como cheira também mal de outros sítios.

Aqui para nós que ninguém nos está a ouvir.
No meio da multidão, quem é que não teve já o prazer, de em ocasião de aperto, deixar escapar por entre as badanas bem apertadas uma bufazinha mal cheirosa, que a ele lhes faz dar vontade de rir, e às pessoas mais perto soprarem e abanarem-se para dissiparem o pivete?
Ficamos tão aliviados, felizes e com o humor desinibido.
Excepto quando por descuido deixamos sair "molho", e as cuecas ficam seladas e carimbadas, prontas para uma lavagem a 90º.
Obrigado e Bj.

Bernardo Moura disse...

O sulfato de peúga é dos mais mortiferos e implacaveis à face da terra!
eheheheh
:)
Abraço

Gi disse...

Porque é que pensas que eu escrevi isto???
Ando imenso nos transporte públicos.
Obrigada por me teres visitado, através da Olá.
continua a ser metediço ... que eu gosto. ;)

Zé do Cão disse...

Bernardo. Sou da mesma opinião, no entanto não é nada que uma águazita morna num alguidar, misturada com uns bons pingos de "água óxiginada" não resolva.
Tão claro como isso.
Lava, desinfecta e mata as bactérias.
Um abraço e viva o humor...

Zé do Cão disse...

Gi, gostei sim senhor.
Mas acho que se fosse de inverno o pivete seria o mesmo.
Quem anda nos transportes públicos habitua-se a tudo, não é?
Encontrões, atrasos, roubam-lhe a carteira, circula em pé agarrado ao varão (eu quando as vejo assim, penso sempre que vou ver uma sessão de strip)ou à argola como os macacos, aí entra em cena o cheiro a sovaco, enfim uma maravilha do nosso século, que tem tendências a acabar. Vem aí o regresso dos carros do Chora.
tracção animal. Ao menos vemos todo o ano o chão cheio de castanhos, parece que estamos no S. Martinho.
Amiga, desculpa, estou a asnear.
Bj.

Fátima disse...

Amigo,

Bela história... belo conselho!
Tirar os "chanatos" nem por isso...

:-) um abraço

Rafeiro Perfumado disse...

No meio desta deliciosa história, só me apetece dar-te um conselho: olha que para arranjar histórias não é conveniente sentares-te à frente dum bicho como o da imagem, ainda obrigas os dois lados do conflito a virem-te buscar mais cedo que o previsto! Abraço!

Zé do Cão disse...

Fátima.
Mas esta é situação do dia a dia.
No fundo faltou uma parte do conselho, usar "Azzaro", também ajuda, mas é caro.

Bjs.

Zé do Cão disse...

Rafeirão, mas, Perfumado.
Tens razão tens, e pelos vistos eu também. Sou un nhó nhó.
caiu-me no goto.

Um abraço

São disse...

Que bom a Net não transmitir cheiros...rrrsss
Saudações.

Linny. disse...

amigo, desculpa a ausencia ando tao ocupada com umas mudanças no blog.
me mande email e conte-me as novidades...
saudades.

Zé do Cão disse...

São, que delicia receber este comentário.

Verdarde verdadinha, eu era bem capaz de os pôr cá.

Os transportes publicos têm destas coisas.

Bj.

Zé do Cão disse...

linny, menininha. Já vi que andas atarefada com mudanças, prémios e concursos no teu blog.

Bj.

Tatiara Costa ; ) disse...

Querido amigo, obrigada pelo carinho de sempre... não é preguiça que me dar , é um certo surto que falta forças . Vai entender.
Me proponho agora a continuar firme.
Quanto ao texto , tadinha da moça, ninguém merece né Zé?
Beijão.

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé do Cão
Uma bela história, sim senhor.
Quanto à primeira parte eu sempre disse que o Inferno é o que me convém porque aí encontrarei gente fixe enquanto no céu só há velhinhas com barba, das que contam várias vezes a mesma história,maridos cornudos e freiras que só nos dão caldo verde às refeições.
E já viste Zé do Cão nós no Inferno a imaginarmos histórias e a recordarmos os bons e velhos tempos dos blogues?
Relativamente ao acompanhante da professora não me digas nada. Fogo!...
Beijos

Anónimo disse...

BEM FEITO!!!!!..pra serigaita da MADAMA...eu cá reagia.....pegava nas trouchas e "pespegava-me" ao teu lado,sem 1ª mandar uma boquita ao "badalhoco"...cheirar sem barafustar???......querias...ora

Sabes qual foi o comentário das ninas respeitante às Margaridas??
ora Mãe...grande zè...tu não vês q duas servem para DESEMPATAR??..ficava depois do TREINO(ehehee) a melhor...(ai esta juventude...)
(se eu te contasse uma Odisseia q tive um dia num transporte público,,,tu CORAVAS......mas coravas mesmo....)
Um xi....(já leva tempo q não mando um abração á PATROA...um apertado)
pandorabox

Zé do Cão disse...

Todos os dias passo pelo seu canto para ver se tem coisa nova.
Gosto de os ler.

Agradeço a visita e a informação

Bjs.

Zé do Cão disse...

Silencio. No céu só há silencio. gosto do barulho da farra e das coisas boas.

e eu a observar os dois. Até que o cheirete chegou até mim.
Eu no inferno, estaria era metido num inferno se estivessem lá algumas das namoradas que tive. Garanto que ía logo para o céu.

Bjs.

Zé do Cão disse...

Pamdora. Gozei à brava, mas estava com pena da senhora. Quanto a ouvi dizer a quem lhe atendeu o telefone.
Vens buscar-me a Gaia, porque estou agoniada.
E o Men/ nem tugia nem mugia.

Gostava de estar de parte e ver-te em apuros. Ria que nem um perdido.
Eu acho que já não corava de nada.
Sabes qual é a melhor maneira de corar um frango?
Tirar-lhe as penas e depois dizer-lhe palavrões ao ouvido.
ahahahahah.....

Bj. P.Box

Anónimo disse...

Tá tudo Grosso amigo Zé!
Mas eu é que me lixo a pagar-lhes o salário!
Cada vez há mais gente a não pagar salários, ou melhor...Cada vez há mais desempregados e por isso não pagam impostos...
Há aí uns cabras que por este andar qualqeur dia tb ficam sem o deles, sem meios para roubar...
Abraço Zéeeeeeeeee

*Raíssa disse...

Gente fedida é um horror! Se tiver chulé também, pior ainda!

Higiene pessoal em primeiro lugar.

Beijos

Zé do Cão disse...

Anónimo. Isto é "preto" está e não sabemos onde isto vai pagar.
Uns cabras que andam à procura de teta para mamar. Sabes que se consta que há um banco português que se está a finar?
Se tiveres lá alguns cobre safa-os porque parece que por ali também está preto.

Zé do Cão disse...

Raissa. A língua portuguesa é muito traiçoeira.
O que não falta mais por aqui é gente "FEDIDA".
Os que cheiram a chulé, deve ser por comer muito queijo com o mesmo nome.

Cheira mal mas é gostoso

Beijos

Moyle disse...

ao contráriodo que possa parecer, tenho vindo a notar que uma prática tão interessante e útil como o Banho passa despercebida a muito boa gente. gostos. isto não tinha nada de mal se não fossem as fossas nasais dos outros a pagar a factura:)

Zé do Cão disse...

Moyle. Não esqueças que a factura da água, Saneamento, lixo, aluguer encapotado etc está pela hora da morte.A malta cada vez tem menos massa e o sabão macaco já não existe.
Um pouco de rapé nas fossas nasais e o problema serias simplificado.
ahahahah.........

Um abração

rouxinol de Bernardim disse...

Não havia necessidade!... caraças!...

Zé do Cão disse...

Meu caro Rouxinol de Bernardim.
Sou da mesma opinião, não havia nexessidade, como dizia ao "mariconças" do Hermano. Obrigado.

Deitei um olho ao teu blog e mesmo sem ter lido muito, (vou voltar) fiquei fã.

Um abraço e uns banhos em Caxinas

Mary West disse...

Hahahaahhaahhah isso soh pode ser KARMA! :D

SILÊNCIO CULPADO disse...

Zé do Cão
Tu não irás para o céu. Ficarás no Inferno sentado ao pé de mim a contar-me estas histórias todas.

Abraço

jasmimdomeuquintal disse...

histórias...

Ácido Cloridrix HCL disse...

Convidamos-te a participar em mais um desafio sobre Sexo.
Desafio: Faça a sua “Bucket List” sobre Sexo. Liste as 5 coisas ou fantasias sexuais que gostaria de fazer, no que respeita a sexo, nesta vida, antes de morrer. Para quem pretenda aceitar o “desafio”, sugerimos se concentre sobre a questão e responda antes de ler os comentários dos outros intervenientes. Gratos antecipadamente pela participação,,,, HCL e H2Oh!
Link: http://sexohumorprazer.blogspot.com/2008/08/faa-sua-bucket-list-sobre-sexo.html

fotógrafa disse...

Bolas! até parece que estamos perante um OVNI!!!rsrsrs
sim senhor, que ganda máquina!!!
Passando também para te desejar um bfds e se por acaso estiveres de férias...gaza-as bem, porqe passam a fugir...

Zé do Cão disse...

Mary. Estas são situações que nos acontecem todos os dias em todos os transportes.
Na ocasião, ficamos fulos e desesperados. Quando nos livramos da situação, depende muito do espírito de cada um de nós, como encaramos a situação.
Bj.

Zé do Cão disse...

Silencio. Havia de ser giro nós e mais alguns amigos/as deste convívio virtual encontrar-mo-nos no inferno, sentidos no inverno à soleira da porta da sala frigorífico e cada um contar as suas passagens terrenas.
Eu pouco teria para dizer, já que, tenho sido um livro aberto no blog.
Todavia estou convencido que num grupinho privado, contaria aquelas que aqui não posso contar e que te digo, algumas são hilariantes.

Zé do Cão disse...

jasmim do meu quintal.

Na realidade são historias, historias reais da vida real. Historia que passei e julgo vir a passar ainda muitas mais vezes.
E tu jasmin, também te depararam no dia a dia.
Garanto-te que se algum dia, tiver jeito e arte para criar uma que seja invenção, prometo solenemente que em letra gótico e bem vincada verás no inicio desse conto, estas palavras.
Autor Zé do Cão - Esta história não é verdadeira.
Combinado?

Zé do Cão disse...

Acido cloridrix hcl.

Que sei eu de sexo? Como posso eu contar as minhas fantasias sexuais, se nunca as tive. Eu durante a minha curta existência, nem tinha tempo de pensar em fantasias. Desejar uma mulher e não conseguir namorá-la ou conquistá-la é fantasia? Então tive?
Mas não passava disso. Porque felizmente, não tendo a "garganta" do Algarvio Zé Camarinha, moças nunca me faltaram, que nem me davam tempo para fantasiar.
Exemplo. Em novo, fantasiava ser pai de 2 filhos, tenho-os. Fantasiei ir de férias, com duas namoradas ao mesmo tempo. Fi-lo.
E vê lá o resultado que tive. Apanhei lambada que fervia. Lê a minha historia de 15/7/08 "Margaridas portuguesas nos Jardins de Alhambra".
Portanto não vou colaborar, já que teria de inventar...
Agradeço no entanto a lembrança e que vou ler com muitas atenção as fantasias dos teus convidados.

Bj.

Zé do Cão disse...

Acido cloridrix hcl.
Talvez isto tivesse sido umas fantasia.
Acaso tens ideia de quando apareceram
as colans?
Pois uma vez, proporcionou-se e desejei ser eu a tirar as colans à "Nena". Ela Anuiu. Retirou os sapatos, deitou-se na cama, levantou um pouco o traseiro apoiando-se nos cotovelos, eu que nunca tinha feito uma operação daquelas, pego em cada um dos bicos dos pés das ditas e começo a puxar.
Puxei, puxei, e as meias a entender, estender, pareciam que estavam agarradas ao "cu", eu puxava elas estendiam e parei quando bati com as costas na porta do quarto. Não consegui, tendo-se assim fustrado a minha fantasia de tirar as "colans" à namorada. Juro que nunca mais tentei, mas que ambos nos divertimos, isso divertimo-nos.

Zé do Cão disse...

fotografa.
É bom saber que gostas as minhas aventuras te divertem.

Férias? Que é isso de férias...
Estou sempre em férias.... Já há uns anos.
Gastava de ainda trabalhar, acho que parado é esperar a aproximação daquela figura, negra com capote e gadanha na mão.
Talvez não se chame gadanho, mas tu entendes.

Beijinhos

Mandy disse...

Pode me chamar, como preferir...

^^

Que bom q já tem a pessoa certa ao seu lado! E brigas... dizem q é o melhor geito de fazer as pazes é na cama... huahauhau

BjO.

D.Antónia Ferreirinha disse...

Eu peço de facto imensas desculpas por ainda não lhe ter retribuido a visita que fez ao meu blogue.
Lamento também que não possa estar presente no " cumbíbio" no Douro.
Beijinho.

Zé do Cão disse...

Mandy, efectivamente considero-me um homem feliz. Tenho uma mulher que amo e com quem me entendo perfeitamente.
Quanto ao ser a cama o lugar ideal para fazer pazes, não concordo.

Beijinhos

Zé do Cão disse...

D. Antónia Ferreirinha, que ideia, pedir desculpa. A 6 de Setembro estarei em Braga, num casório a que não posso faltar, pelo respeito que tenho pelos casadoiros, pois são amigos sinceros de um dos meus filhos, seguindo-se depois umas feriazitas nas canárias.
Não fazendo nada, acabo por ter uma vida atribulada, visto estar sempre condicionado à disponibilidade da "minha dona" (como dizem os gallegos), em virtude de ainda trabalhar.
Acho o termo giro e por isso o emprego.
Adoraria ,ir, pode ter a certeza.

Mandy disse...

Concordo plenamente com vc querido! Apenas lhe disso o q sempre escuto... mas acho q um belo jantar com uma conversa agradavél é perfeito!!!

BjO.

Zé do Cão disse...

Mandy, a experiência também dita as suas leis.

Bj.

Mariana disse...

Como uma usuaria assidua de transportes públicos: sacanagem! hehehehehehe

Zé, querido... você é muito gentil. Saiba que suas palavras em meus comentários eliciaram duas reações: choro e riso.

E isso foi bom. Pelo momento que passo, foi excelente.

Zé do Cão disse...

Mariana. Ora, ora, gentil.
Queira Deus que seu namorado, não seja como eu fui.
Despreocupado e desprendido........

Beijinhos

D.Antónia Ferreirinha disse...

Estou a auscultar as opiniões interessadas para saber se há a possibilidade de alterar a data do " cumbíbio", logo que tenha mais dados , eu digo, ou melhor, escrevo.
Beijinho.

Zé do Cão disse...

Que bom. D. Antónia.
Durante anos desejei ver ao vivo as vindimas do Douro. Por motivos profissionais, também durante anos, deslocava-me à Régua 1 ou 2 vezes mês.
Cheguei a ver a afixação dos dias das quintas a vindimar e por isto e por aquilo acabei por nunca matar o desejo.
Talvez seja agora.

Bj.

a casa da mariquinhas disse...

Esta minha visita de hoje destina-se a fazer um convite:

A partir do dia 5 de Agosto tenho o prazer de colaborar com o
SEMPRE JOVENS
Espero e agradeço, desde já, a vossa visita e comentário.

Voltarei tão breve quanto possível.

Beijinhos

Mariazita

Zé do Cão disse...

Acsa da Mariquinhas, pode contar cá com o rapaz.

Bj.

Ana Camarra disse...

Zé do Cão

Realmente os transportes publicos tem esses inconvenientes...
Quanto ao resto não sei porquê mas parece-me que o Inferno deve ter uma população mais interessante, assim de repente:

João Paulo II - Fernando Pessoa
Madre Teresa - Ary dos Santos
Jostefá - Eça de Queiroz

Acho que é 3 a 0...
Que achas?

beijocas

Zé do Cão disse...

Ana. Três a zero ou mais.
Realmente nunca tinha pensado em tanta malta já cheia de teias de aranha e engenhada.
Mas os anjos são tão novos e não tem sexo, só tocam arpa e é um instrumento a que não dou valor.

Beijocas

Anónimo disse...

ò Zèeeeeeee(grito de ipiranga)
Tu ainda vais no alfa-pendular???...é que nunca mais "botas" outra estória pra fora..Ò
Quando forrs para o inferno.manda pa cá noticia,para eu ganhar uma boleia,agarro-me às tuas calças,pq é para lá q tb quero ir.....no ceu só ensossos e q fazem xixi na fralda...no inferno "gajada da boaaa"
Boa semana para ti..pandorabox

Zé do Cão disse...

Segunda as estatísticas é só na próxima segunda feira que o Zé atira cá para fora com a "Dor de Dentes". Entretanto enquanto ela não chega. digo-te que já fui ao Porto despedir-me do meu 2º rebento, que partiu para a Finlandia. Depois no seu carrito aproveitei e com o meu amor, fui ao "Mercado de Pedra", comer umas ostras e um arroz de lavagante, que até meteu gaiteiro e tudo. Ela estava cheia de saudades e desejosa de lá voltar. Ao passarmos em Coimbra visitamos o outro filho.
Pandora, nem calculas como estavamos felizes os dois. Agora, sós, estamos ansiosos pela chegada das 20 horas, para pelo "cam" falarmos todos os dias com o Nando.
(filho mais novo). Vai ser assim 1 ano. Já estou a preparar uma visita
pelo Ano Novo ou Janeiro, aproveito para ver se encontro o Pai Natal, que nessa altura deve estar de rastos pelas viagens que fez à volta do Mundo.

Bj.

Mandy disse...

Acho q quando algo de ruim nos acontece no quesito amor, a melhor coisa é recomeçar!!!

^^

BjO.

vsuzano disse...

não sabia que estavas a pensar nessas tretas durante a viagem... rsrsrsrsrs ....

a tua sorte foi a falta de força da blogueira.... senão a esta hora estavas ..................................................................................................em casa claro.... onde mais poderia ser ????' hehehehehehe


aquele abraço e continua por aqui sempre !

São disse...

Pensei que já tinha acabado a viagem do Alfa, mas não...rrrss...
Um abraço, Zé!

Zé do Cão disse...

Mandy, claro, claro que sim. Hoje acordei cheio de força e não sei porquê deu-me para falar nos incêndios. Quis divertir-me.......
No entanto eu, tenho o incêndio em chama viva vai para 30 anos.

Bjs.

Zé do Cão disse...

vsuzano

Pensei, pensei. E até tinha uma garrafa de "Cherry Bom" licor de ginja do José M. Fonseca, que é uma delicia.
As tortas vão-se buscar na ocasião é aqui a 500 metros. Há outras marés.
Na passada semana, fui no Alfa com a "Dona", saí em Campanhã, apanhei o metro para o Aeroporto, despedi-me do filho que partiu por 1 ano para a Finlandia, fomos lá acima ao "Mercado de Pedra" em Vigo, comemos uma ostras e um arroz de L., viemos para baixo, visitamos
o outro filho que agora está no Hosp. Coimbra.
Foi um dia inolvidável. Todos os dias esperamos ansiosos pelas 20 horas, para pelo "cam" falar o filhote.
A Vida é boa e bela Vsuzano.
Chinhos à patroa e ao neno pequeno

Zé do Cão disse...

São,
foi como assim, uma volta a Portugal. Acaba Domingo à noite.
É só tirar as malas, dizer adeus a quem segue viagem e correr ao Dentista, por que a "Dor de Dentes"
aproxima-se.
Bj.

Mandy disse...

Sei lá... quis mudar a foto... Mas não mudei de visual, na outra tô do msm geito a única diferença é a cor da blusa...E roupas pretas são as q eu mais tenho... huahuahua

^^

BjO.

Zé do Cão disse...

Pois bem cada um tá de seu geito.
Bj.

Anónimo disse...

aqui temos uma noticia que nos enche os olhos:O ZÉ FELIZ....
e quando um amigo está feliz,nós temos o nosso !quinhão" pela amizade e bem querer
os nossos filhos,são o nosso projecto de vida,né AMIGO????

que tudo corra bem ao teu filho NANDO(até parece q o conheço),,,,paciência sou assim..atrevidota..
lavagante né???....eu contentei-me com uns camarõezitos grelhados na Cabana=Apulia(tinha saudades)

Dá um xi-coração à PATROA,,,,,e tu..olha toma lá um abraço...pandorabox

Mariazita disse...

Zé, prometi que voltava, e voltei!
E voltarei muitas vezes, até que ponha a escrita em dia!
Esta história é simplesmente fabulosa.
Deixe p'ra lá as guerras infernais, e faça por ficar cá muitos, muitos anos!!!
As suas histórias fazem falta.
Dá-me vontade de as imprimir e levar para férias (que se aproximam) e regalar-me com a leitura. Posso?
Muito obrigada pelas suas visitas aos "meus" blogs. Dão-me sempre muito prazer, acredite.
Até breve.
Beijinhos
Mariazita

Zé do Cão disse...

Mariazita, pode fazer das minhas histórias (são todas verdadeiras) o que quiser.
somente altero alguns nomes e locais.
Ainda não fez 15 dias almocei em casa do casal intervenientes principais do
conto "O Preservativo" de 2.1.08. E ontem, acompanhado da minha "Dona"
almoçamos com o médico gago do conto
"Avante, camarada avante" de 20.5.08.
O tempo decorre mais claro, o sol é mais brilhante e à noite as estrelas tem outro cintilar.
Que goze bem as férias e prepare-se para as lutas que veem a seguir a elas. A coisa está a ficar preta.

Bj.

luafeiticeira disse...

Férias? Ainda não fui, estou cheia de trabalho e as férias ainda estão longe. Agora provocaste-me.
jocas

Zé do Cão disse...

Lua. Ora, Ora, o Zé nunca foi provocador.
Mas uma férias dá sempre jeito não dá? Especialmente quando há massaroca no bolso, tempo e disposição.
Julgo até que é o sonho de quem trabalha um ano inteiro e que ultimamente sem sido tão frustrante para tantos, por perderem emprego e pela crise que passamos.
Lua, desde que nasci, quantas crises já enfrentei.
Neste País, nunca houve vacas gordas, somente para políticos, Governantes e Administradores de grandes empresas.
Bj.

kuka disse...

Essa é que é a verdade Zé. Este País tem estado sempre em crise.Pelo menos para mim.
ais uma bela história do nosso amigo Zé.

Zé do Cão disse...

Kuka, sinto uma alegria imensa quando deparo com a tua presença.
Ainda não há 7/8 minutos me lembrei, falta o kuka.
Foi pela hora que estavas a marcar o clik para mim. TELEPATIA.
Um Abraço, um Xi e tudo mais

Capitão Merda disse...

Passo para deixar um abraço, Zé!

Fica bem.

Zé do Cão disse...

Recebido de braços abertos
e uma imperial para cada um.

Pascoalita disse...

ahahahahahahahahaahh ahahahahahahahahahahahahahahah segui o rasto deixado na laurita das résteas e li sofregamente este texto e ri a bom rir ao reconhecer o inconfundível estilo de sempre!!!

Hoje ganhei o dia ahahahahahah ahahahahahahahahahahah
És danadinho exímio a inventar e contar estórias, seu Zé danadinho :))

Anónimo disse...

AMIGO O NEGRO TROCOU-TE A HIST�RIA POIS CALCULO QUE TE ESTAVAS A PRONTAR PARA OUTRA TALVEZ PICANTE.E PENSAS TU QUE ALGUMA VEZ TENS ENTRADA NO C�U.AINDA N�O VISITEI O BLOGGER QUE ME DIZESTE TALVEZ O V� FAZER AGORA GOSTEI DA HIST�RIA DE MATEM�TICA E DA ROSA OBRIGADA BEIJINHOS GINA

Zé do Cão disse...

Pascoalita
Bem vinda pela primeira vez ao cantinho do Zé.
Saber que gostas-te dá-me prazer, cheirar o chulé do grandalhão, só eu sei quanto sofri.

Bj.

Zé do Cão disse...

Querida GINA.
Sabei que te havia de dobrar. Há coisas que não falham e não há mulher que não goste.
Uma Rosa, linda como a que te mandei.

Beijinhos Gina, volta sempre, boa amiga

Pascoalita disse...

Bem, se me ri ao ler este texto, ainda mais me ri com o das "margaridas portuguesas em alhandra" ahahahahahahahah e agora é que fiquei mesmo baralhada! Julguei ter reconhecido um certo estilo de escrita, mas calhar meti água ahahahah

Zé do Cão disse...

Também admito que sim
Ms não tem mal, nem eu fiquei melindrado por isso. Antes pelo contrário.
Ganhei uma leitura e visitante.
Deixei no seu blogue noticias.
Tem piada ainda não passou 15 dias que almocei no Sobreiro e passeei nos jardins da Tapada.

Bj.

Zé do Cão disse...

Também admito que sim
Ms não tem mal, nem eu fiquei melindrado por isso. Antes pelo contrário.
Ganhei uma leitura e visitante.
Deixei no seu blogue noticias.
Tem piada ainda não passou 15 dias que almocei no Sobreiro e passeei nos jardins da Tapada.

Bj.

Zé do Cão disse...

Pandora, como foi possível não te responder?
Como é bom todos os dias às 20 horas falar com o Nando, pelo "cam" Filho maravilhoso, que tem um humor muito mais apurado do que eu.
Quer queiramos quer não o outro lado da fronteira, aí em cima, é outro mundo.
Apúlia, que belas sardinhadas comi nos "mudos".

Bj. e também para as "Nenas"

Mariazita disse...

Zé, hoje não trago um sorriso no rosto, como é habitual.
Fiz um comunicado geral que tenho vindo a distribuir pelos interessados...( já estou a sorrir...) Veja:

Quero agradecer a sua amável visita ao SEMPRE JOVENS
, e esclarecer o seguinte:
Não sei se tem o hábito de ir ler as respostas aos comentários que faz nos blogs (eu costumo fazer isso). Se foi ver, e viu, óptimo. Se não foi...agora já não pode ver.
Houve qualquer problema, (a que sou alheia, pois sou apenas colaboradora) e parte dos comentários desapareceu. O seu está no número dos desaparecidos!
Lamento que não tenha ficado para a posteridade!
As minhas desculpas e um beijo
Mariazita

PS - No seu caso apenas se perdeu a minha resposta ao seu último comentário. As outras salvaram-se da enxurrada!!!
Beijinhos
Mariazita

Zé do Cão disse...

Mariazita. Você é um amor.
Sim, tenho esse habito, mas nem sempre imediatamente. Deixe lá não tem importância. São coisas que acontecem. Às vezes, damos comentários e somos mais rápidos que o computador, fazendo com que eles desapareçam.

Beijinhos

Mandy disse...

ok!
Não me aborrece não querido!!!

^^
Tem post novo lá no blog...

BjO.

Zé do Cão disse...

Obrigado Mandy.
Na próxima segunda-feira, teremos "Dor de Dentes.

Um bj.

Mandy disse...

Mas aonde está esse príncipe??? Pq ele se escondeu muito bem... hahahahahahahaha

Já sofri tanto, q nem tenho mais forças para acreditar nele...

BjO.

Zé do Cão disse...

Mandy, não acredito que já tenho sofrido assim tanto.
Ele chegará, pode ter a certeza.

Bjs.

Mandy disse...

^^

Será??? Dizem q a esperança é a última q morre... já não sei se acredito nisso mais...

BjO.

Zé do Cão disse...

É isso mesmo. Não é com 20 anos, que se perde a esperança.
Isso seria uma catástrofe e o mundo explodia.

Bj.